ALLOG BLOG

Informação, notícias e atualidades para
você ficar por dentro do seu mercado.

Assine e receba por email

Hub Ports: conheça os 10 maiores concentradores de carga do mundo

05 de fevereiro de 2019

Fabricantes, fornecedores e compradores confiam nos serviços de transporte de contêineres para importar e exportar seus fretes. Com mais de 34 milhões de contêineres disponíveis no mundo, não é surpresa que os portos e, principalmente, os hub ports ocupem cada vez mais importância no serviço de transporte de mercadorias por meio de navios com alta capacidade, que transitam por rotas regulares.

Os portos lidam com uma variedade de diferente de remessas e os mais ativos são chamados de hubs ports. Atualmente, Xangai lidera o ranking mundial dos 50 maiores portos pela Associação Americana de Autoridades Portuária e pela Lloyd’s list. Cingapura ocupa o segundo lugar no mesmo  ranking, principalmente, porque é um importante centro de transbordo de mercadorias. Nestes portos, a carga de um serviço é transferida para outro serviço de linha até o seu destino final.

Concentradores de carga

Diego Alexandre Lemke, gerente de produtos da Allog, explica que  hub ports são portos concentradores de carga responsáveis por receber grandes volumes e despachar para portos de menor expressão. “Estes portos são construídos em locais estratégicos nas principais regiões do mundo”, explica.

Atualmente, os hubs ports são cada vez mais comuns pela globalização e incremento do uso de contêineres na movimentação. Estes portos também são responsáveis por receberem os maiores navios em atividade, ganhando em economia de escala. Além disso, operam as embarcações de maneira ágil, reduzindo o tempo que ficam paradas no terminal.

Brasil com hub ports?

Segundo Diego Lemke, com a globalização e conteinerização das últimas décadas, o Brasil está em uma via sem volta. Ou seja, é necessário a instalação de hub ports em seu sistema portuário. “Vale ressaltar que não estamos falando apenas de grandes áreas, capazes de acomodar um grande volume de carga. É necessário também que estes terminais tenham capacidade para receber embarcações de grande porte”, diz.

Outro fator importante é a região em que deve ficar concentrado o hub port brasileiro. É fundamental oferecer infraestrutura de transporte terrestre equivalente ao escoamento das cargas que chegam na zona primária.

Em termos operacionais, Rio Grande (RS), Itapoá (SC) e Suape (PE) seriam os mais indicados para operação de navios de grande porte. Santos seria a melhor opção se levado em consideração a capacidade de cargas. “Ainda sim, estamos muito distantes em termos de movimentação global de contêineres se comparados aos maiores portos em movimentação”, acrescenta.

Antes de ter um sistema de hub ports, o Brasil precisa, conforme Lemke, investir em cabotagem, vias de acesso e terminais capazes de operar navios cada vez maiores com mais eficiência.

Os 10 maiores hub ports de contêineres do mundo

  1. Xangai (China)

Pela primeira vez em 2010, o porto de Xangai foi declarado o maior porto do mundo. Neste ano, ultrapassou o porto de Cingapura e movimentou 29,05 milhões de TEUs, deixando para trás Cingapura com meio milhão de TEUs de diferença. Em 2014, o porto de Xangai estabeleceu um recorde histórico com mais de 35 milhões de TEUs movimentados.

  1. Singapura

O porto desempenha um papel vital quando se trata da importação de recursos naturais e da reexportação de produtos elaborados. Anualmente, milhares de navios usam o Porto de Singapura, conectando-o com mais de 600 outros portos em 123 países divididos em seis continentes diferentes.

  1. Shenzhen (China)

O porto de Shenzhen é a base de mais de 35 companhias de navegação e para cerca de 130 rotas internacionais de contêineres. Em uma base mensal, 560 navios estão de plantão no porto de Shenzhen e também 21 rotas alimentadoras para outros portos na região do Delta do Rio das Pérolas.

  1. Ningbo-Zhoushan (China)

O porto de Ningbo-Zhoushan, na China, está com um volume combinado de 873 milhões de toneladas métricas. Ele é o mais movimentado do mundo quando se olha para a tonelagem de carga. Isso foi conseguido depois que o porto concluiu a fusão com o vizinho Zhoushan Port Group, em 2015.

  1. Hong Kong (China)

O porto de Hong Kong é um porto marítimo de águas profundas dominado pelo comércio de manufaturados em contêineres. Além disso, em menor escala, também movimenta matérias-primas e passageiros. É conhecido por ser um fator X no desenvolvimento econômico de Hong Kong. O porto estabeleceu um recorde em seu volume de contêineres em 2007, ao lidar com 23,9 milhões de TEUs.

  1. Busan (Coreia do Sul)

O porto de Busan é o maior porto da Coreia do Sul. Inaugurado em 1876, movimentou 13,426 milhões de TEUs de carga em contêineres em 2008. Em julho de 2010, o porto anunciou um aumento de 21,7% em relação ao ano anterior no volume de carga de contêineres.

  1. Porto de Guangzhou (China)

Porto de Guangzhou é o principal porto marítimo da cidade de Guangzhou, na China. O porto também é um importante centro econômico e de transporte para a região do Delta do Rio das Pérolas e a província de Guangdong. Também é um centro de transporte vital para indústrias localizadas em províncias como Guangxi, Yunnan, Guizhou, Sichuan, Hunan, Hubei e Jiangxi.

  1. Qingdao (China)

O porto de Qingdao é um porto marítimo no Mar Amarelo, na província de Shandong, na China. É um importante centro de comércio internacional e transporte no Pacífico Ocidental.

  1. Jebel Ali Port (Dubai)

Este é um grande porto de águas profundas localizado em Jebel Ali, Dubai, Emirados Árabes Unidos. Jebel Ali é o maior porto artificial do mundo e, de longe, o mais movimentado do Oriente Médio. O porto foi construído no final dos anos 1970 para complementar as instalações em Port Rashid.

  1. Tianjin (China)

Esta lista também termina com uma porta baseada na China. O porto de Tianjin contava com 13,01 milhões de TEU’s em 2013, um aumento significativo em comparação com aos anos anteriores. Tianjin é particularmente conhecido como centro de produtos químicos perigosos, como ar comprimido, agentes oxidantes e produtos químicos tóxicos.

Fonte: Lloyd’s List

Baixe seu e-book de medidas de contêiner!

 

 

Pesquisa

Veja Também

Fale com o comercial
  • SEGURANÇA E TECNOLOGIA ALIADAS A UMA INFRAESTRUTURA GLOBAL

  • AGILIDADE NAS INFORMAÇÕES E SENSO DE URGÊNCIA NO SERVIÇO

Trocar versão