8ª Semana Cultural Allog: diálogo franco e aberto entre direção e equipe

Compartilhe esse artigo

Passado, presente e futuro se entrelaçaram em um diálogo franco e aberto entre a diretoria da Allog e seus colaboradores durante o segundo dia da 8ª Semana Cultural Allog, que aconteceu no dia 3 de julho. O Painel da Diretoria reafirmou seu compromisso de promover um diálogo inclusivo, abrangendo desde os recém-chegados até aqueles que ajudam a moldar a história da empresa ao longo de mais de uma década.

O foco desta conversa foram os planos estratégicos, metas alcançadas, aquisições recentes e os diferenciais competitivos da Allog. Este encontro, que contou com a participação presencial e online de colaboradores de todas as unidades do Grupo Allog, proporcionou insights valiosos sobre o futuro da empresa. Abaixo, um resumo dos principais temas discutidos neste bate-papo da 8ª Semana Cultural Allog:

8ª Semana Cultural Allog

Qual a diferença entre trabalhar em um agente de cargas multinacional e na Allog?

A cadeia de comando em uma multinacional é cada vez maior e setorizada. Aqui na Allog, ganhamos agilidade na tomada de decisão e na resposta aos clientes. Estamos mais próximos do mercado, acabamos sendo mais polivalentes e mais rápidos na resolução de demandas do dia a dia.

Em que momento a empresa decidiu investir em novas aquisições, a exemplo de parte da FTrade e Fortallog, no Nordeste?

A construção desses passos iniciou em 2015, com a definição do primeiro planejamento estratégico. Naquela época, era crucial triplicar os resultados para ganhar força em um mercado em constante crescimento. Com o segundo planejamento estratégico, em 2021, intensificamos nosso foco no mercado, especialmente na diversificação de segmentos e receitas. Nosso objetivo era fortalecer ainda mais a empresa, buscando marcas especializadas em áreas onde não éramos tão presentes, como é o caso da carga reefer. Atualmente, estamos implementando e otimizando processos em diversas áreas das duas empresas adquiridas recentemente. Em outubro, completaremos um ano de aquisição e já observamos resultados bem positivos.

Qual a importância de ter um sistema próprio na Allog?

Em diferentes momentos de sua história, a Allog foi em busca de soluções prontas junto a fornecedores do mercado. Em busca de soluções que atendessem a demanda de integração das diferentes áreas da empresa, acabamos por desenvolver uma ferramenta personalizada e interna, buscando aplicar nas situações do dia a dia da equipe. Hoje o sistema roda todos os produtos e isso é fundamental para o sucesso e a agilidade que oferecemos ao mercado. E o mais importante: estamos sempre discutindo as inovações e melhorias de forma conjunta.

Existem planos de abrir unidades em outros países?

Abrir unidades em outras regiões do Brasil e também em outros países está no Planejamento Estratégico 2031. Não há datas específicas, isso vai depender muito da análise conjunta da equipe. Já temos um profissional na China e redes de apoio nos Estados Unidos. Nada nos impede de abrir unidades em países como Argentina ou Peru, por exemplo. Aos poucos, avançamos nos objetivos da internacionalização da marca.

Em que momento que a Allog decidiu criar um departamento específico para carga líquida?

Assim que a empresa identificou o potencial deste nicho especifico, contratou um profissional da área – João Fróes – com o objetivo de estruturar o departamento e ganhar mercado. No início, o departamento de Carga Liquida precisou mapear a costa inteira para viabilizar as operações com flexitank em diferentes pontos do país. Trata-se de um nicho que vem crescendo no Brasil, principalmente a de carga líquida não perigosa, como a glicerina resultante da produção de biodiesel. Atuamos também com outros tipos líquidos, a exemplo do óleo de castanha de caju, em Fortaleza (CE).

Com o crescimento continuado, como manter a essência da empresa entre as novas equipes que se formam?

O segredo talvez seja estreitar os relacionamentos. Algumas perguntas precisarão sempre ser repetidas. Como é que eu continuo motivado, feliz e engajado como no início? Onde busco minhas inspirações? É fundamental estar alinhado com um RH cada vez mais estratégico. Obviamente que, na loucura do dia a dia, talvez não consigamos passar todas as mensagens a todos, mas os líderes e os colaboradores com maior tempo de história na empresa têm também a missão de transmitir os valores e a essência do que faz a Allog única junto ao mercado da logística internacional.

Em resumo, o segundo dia da 8ª Semana Cultural Allog reafirmou o compromisso da empresa com a transparência, a inovação e o crescimento sustentável. Estamos preparados para os desafios futuros, mantendo sempre nossa identidade única no segmento.

>>> Confira também um resumo do primeiro dia do evento.  

8ª Semana Cultural Allog

Mais artigos

Blog

Dinamismo do modal aéreo atrai Patricia Petean para a Logística Internacional

O dinamismo e agilidade da logística internacional no modal aéreo é o que me move todos os dias. Sou formada em Administração de Empresas, com pós-graduação em Logística Internacional, e atuo como gerente de vendas de cargas do Grupo AFKLM. Minha relação de amor com o setor começou quando eu fazia estágio em uma indústria

Marcílio Dias
Geral

Marcílio Dias ganha patrocínio do Grupo Allog em 2024

O Marcílio Dias, time de futebol dos moradores de Itajaí e região, ganha um novo e importante reforço dentro e fora das quatro linhas em 2024. Carinhosamente chamado de Marinheiro pela torcida, o Clube Náutico Marcilio Dias agora tem o patrocínio do Grupo Allog, empresa especializada em logística internacional que nasceu em Itajaí e hoje

Rolar para cima
Previous slide
Next slide