O Ano Novo Chinês: planeje a logística para o período

Compartilhe esse artigo

O Ano Novo Chinês se aproxima e gerará impacto significativo no transporte internacional. Em 2020, a China irá parar de 24 a 30 de janeiro. Neste período, escritórios, fábricas e portos do país permanecem fechados, permitindo que os trabalhadores tenham tempo de viajar para passar o feriado mais importante do ano com suas famílias.

A economia para durante os 7 dias, mas atrasos e interrupções adicionais geralmente ocorrem nas semanas anteriores e posteriores à folga. Para empresas brasileiras que importam mercadorias da China, o desafio é criar estratégias para minimizar o impacto no fluxo de cargas.

Planejamento logístico

Maiara Cordova, gerente de produtos da Allog, explica que planejamento e a preparação são fundamentais para gerenciar os desafios que podem ocorrer durante o Ano Novo Chinês. “Neste período, a ação mais acertada é antecipar os pedidos de importação. O  ideal é que os embarques sejam realizados até dezembro do ano anterior”,  ensina.

Também é importante que o importador analise todos os pontos da cadeia logística, como tempo médio da liberação da carga e, se no momento da chegada, haverá espaço de estocagem para o pedido antecipado. “É fundamental avaliar todos os aspectos envolvendo a importação. Isso inclui a relação de tempo e espaço para evitar custos extras após a chegada da mercadoria no Brasil”, explica.

O Ano Novo Chinês

Como você pode se preparar?

1) Crie estoque suficiente, considerando um período de até quatro semanas após o Ano Novo Chinês.

2) Forneça uma previsão da carga esperada ao representante do seu remetente.

3) Informe seu remetente sobre suas remessas prioritárias, caso haja apenas espaços muito limitados.

4) Procure ajuda com uma agência de logística internacional especializada.

Através de sua expertise em logística internacional, a Allog está preparada para fazer a análise das necessidades de importadores e exportadores. O objetivo é minimizar os impactos do Ano Novo Chinês. Para isso, conforme Maiara, é fundamental que o cliente repasse todas as informações necessárias para que a Allog avalie os cenários e elabore o planejamento mais acertado.

QUER ENTENDER MELHOR COMO SE PREPARAR PARA O ANO NOVO CHINÊS? Contate a equipe ALLOG e tire todas as dúvidas.

Como o  Ano Novo Chinês pode afetar seus negócios?

Tempos de produção e cotação mais longos: o tempo de produção será atrasado e as solicitações de cotação serão processadas mais lentamente.

Redução de pessoal: alguns operários decidem não voltar ao local de trabalho após as férias. Essa alta rotatividade significa que os tempos de produção estimados anteriormente podem precisar ser estendidos.

Filas de produção: quanto mais tarde os pedidos forem enviados, mais na fila de produção eles serão colocados. Com o backup de um mês em pedidos, as fábricas processarão primeiro os pedidos de seus parceiros preferidos.

O Ano Novo Chinês

Mais artigos

Blog

Logística do Vinho: ganhadora da campanha relata experiência em SC

Grande vencedora da campanha Logística do Vinho promovida pela Allog no primeiro semestre, a paulista Gabriela Mariana, da empresa Moinho Comercial e Exportação, teve um final de semana intenso em Santa Catarina. A assistente administrativo viajou para São Joaquim, na Serra Catarinense, para conhecer a Vinícola Pericó. Ela foi acompanhada do namorado Peterson Garcia, tudo

cadeia de suprimentos
Blog

Cadeia de suprimentos: sincronização dos fluxos é a chave para a gestão

A chave para uma boa gestão da cadeia de suprimentos é a sincronização dos fluxos entre os elementos desta rede. É nesse contexto que surge o SCM (Supply Chain Management), um sistema de gestão pelo qual as empresas entregam seus produtos aos clientes em uma rede interligada. Estudos mais recentes mostram que, no Brasil, 23%

Rolar para cima
Previous slide
Next slide