Importação de drones: mercado está aquecido no Brasil

Compartilhe esse artigo

O aquecimento do mercado interno de aeronaves não tripuladas faz aumentar a importação de drones para atender a demanda nacional brasileira. A área de importação da Allog, por exemplo, já registrou a importação de quatro toneladas de drones do continente asiático em 2019. De acordo com dados da MundoGeo, a cadeia prática do setor movimentará, somente neste ano, R$ 500 milhões. O  crescimento de 25% superando os mais de R$ 400 milhões do faturamento alcançado no ano de 2018.

importação de drones

Conforme Carlos Alexandre Souza, gerente de Projetos e Cargas Especiais da Allog, a partir do momento que o uso do equipamento para fins comerciais foi regularizado no Brasil, o volume de importação de drones aumentou consideravelmente. Esse aumento nas importações coincide com um estudo da Federal Aviation Administration (FAA). O órgão responsável pelo setor de aviação dos Estados Unidos aponta que o mercado de drones tem vivido um crescimento vigoroso nos últimos cinco anos em todo o mundo.

“A maior demanda logística na importação de drones é do equipamento montado, pois a representatividade física é maior (peso/volume). Porém, os revendedores também importam as peças para manutenção dos equipamentos, em escala bem menor”, acrescenta Carlos Alexandre.

Mercado global

De acordo com o relatório do mercado de drones da Envision Inteligence, o valor de mercado é estimado em US$ 17,04 bilhões. Isso com uma taxa de crescimento anual composta (CAGR na sigla em inglês) de 17,63% durante o período de 2019/2025. O tamanho do mercado de drones, ainda segundo o estudo, aumentou devido ao surgimento de produtos tecnologicamente avançados e um mercado emergente de serviços baseados em localização. Atualmente, os Estados Unidos e a China dominam o mercado comercial de drones. Juntos, sua receita representa mais de 2/3 do mercado global destes equipamento.

Quer saber mais sobre o mercado de importação de drones? Clique aqui.

Mais artigos

Exportações de glicerina brasileira alavancam mercado de cargas líquidas

O Brasil exportou 43,4 mil toneladas de glicerina em outubro, conforme dados do Ministério da Economia. O volume de exportações de glicerina é o segundo melhor desempenho do setor do ano, atrás apenas do mês de agosto, quando foram exportadas 52,2 mil toneladas. Em 2019, o país produziu 494,6 mil metros cúbicos de glicerina como

Inauguração da nova Allog: um dia para ficar na história da empresa

Na recepção do empreendimento, os colaboradores chegavam com olhos de expectativa e ansiedade. Foram 12 meses de espera, com spoilers narrativos de um ou outro colega que acompanhava a obra de perto. Todos já sabiam: a nova casa da Allog seria grande, clara e elegante. E isso já bastava para criar um cenário pessoal e

Rolar para cima
Previous
Next