Projeto em estudo em Itajaí e Navegantes pode ajudar a aumentar a competitividade dos portos brasileiros

Compartilhe esse artigo

O governo quer reduzir custos e aumentar a competitividade dos portos brasileiros através do Projeto “Análise de intervalos de tempos de trâmites processuais e de movimentação de cargas na exportação e na importação pelo modal marítimo”, em execução dos portos de Itajaí e Navegantes (SC). O projeto é uma iniciativa da Aliança Procomex, em parceira com o Mistério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MIDC), Unesco e Receita Federal. Posteriormente, deverão ser elaboradas propostas para melhorar os processos de importação e exportação no país. Em Itajaí, a Allog International Tranport é uma das empresas convidadas a participar do estudo.

Segundo o coordenador executivo do Instituto Aliança Procomex, John Mein, depois das melhorias de processo com a introdução do Portal Siscomex, as próximas oportunidades de aumento da competitividade dos produtos brasileiros passam pela melhoria dos processos nos pontos de fronteira.

Projeto em estudo em Itajaí

Neste primeiro momento, o projeto está analisando os tempos de exportação e importação nos terminais locais com foco nos portos brasileiros. Em Itajaí e Navegantes estão sendo trabalhados os fluxos atuais de exportação e importação de cargas em contêiner. Nesses, diversos subprocessos, como a devolução de embalagem de madeira com ocorrências e o despacho antecipado na exportação estão sendo abordados.

Com o cruzamento de informações, o Instituto Procomex elaborará um relatório que será entregue à Unesco e aos órgãos federais envolvidos no trabalho. O conteúdo também será enviado às empresas envolvidas no estudo de acordo com a sua participação. “O envolvimento das empresas do setor ajuda a deixar o debate mais tangível sobre o que realmente acontece no mercado”, explica o diretor de operações da Allog, Rodrigo Hauck.

userArtigo produzido por:
Rodrigo Hauck, Diretor de Operações da Allog.

Projeto em estudo em Itajaí

Mais artigos

caos logístico
Geral

Caos logístico do Sul e Sudeste gera desafios à malha portuária

Uma espécie de caos logístico no Sul e Sudeste vem afetando a malha portuária brasileira. As obras nos berços de atracação da Portonave, em Navegantes, para receber navios de 400 metros de comprimento (a nova geração de embarcações mercantes) e o cenário incerto da retomada das operações de carga no Porto de Itajaí geraram um

Blog

Desembaraço aduaneiro: o fundamental para uma logística segura

Você conhece todas as etapas que envolvem a exportação e importação de mercadorias ao Brasil? Dominar os processos logísticos do comércio internacional inclui compreender uma etapa importantíssima: o desembaraço aduaneiro. Trata-se de uma fase em que o conhecimento profundo das regras que estabelecem o comércio exterior no país é fundamental para evitar multas e atrasos

Rolar para cima
Previous slide
Next slide