5 mulheres inspiradoras no mundo dos negócios

Compartilhe esse artigo

Cada vez mais mulheres têm se lançado como empreendedoras ou ocupado cargos de liderança no Brasil. Um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) – principal pesquisadora de empreendedorismo do mundo – aponta que existem cerca de 7,9 milhões de empreendedoras no País. Entre os brasileiros, as mulheres são as que mais estão interessadas em começar um negócio. A renda obtida por elas tem ganhado cada vez mais importância no orçamento familiar. Isso porque quatro em cada 10 lares brasileiros são chefiados por mulheres, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Dessas, 41% são donas de negócios próprios. Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, contamos a trajetória de 5 mulheres que se destacam à frente de suas atividades em diferentes segmentos para você se inspirar.

Luiza Helena Trajano | Magazine Luiza

Ela nasceu e foi criada no interior de São Paulo, em Franca. Filha e sobrinha única, aprendeu a inteligência emocional com a mãe e o empreendedorismo e o espírito de vendedora com a tia, também Luiza. Somando valores como honestidade, sonho grande, generosidade e aprendizado constante, transformou a loja fundada pelos tios em uma das maiores redes varejistas do país: a Magazine Luiza.

Manuella Curti | Filtros Europa

Herdeira da fabricante de filtros de água Europa, Manuella viu a presidência da empresa cair em seu colo sem aviso prévio em 2010. Ela tinha 26 anos e uma recém-iniciada carreira de advogada quando enfrentou uma sucessão de tragédias em sua família. Em 2009, perdeu o irmão, Dácio Múcio de Souza Jr., assassinado durante uma briga em uma padaria paulistana. Ele vinha sendo preparado para liderar a empresa. Seis meses mais tarde, Dácio Múcio de Souza, seu pai e fundador da Europa, morreu de câncer. Para Manuella, sobraram duas opções: vender a Europa ou assumir a função com a qual nunca havia sonhado. Optou pela segunda e tem feito em belo trabalho.

Cleusa Maria da Silva | Sodiê Doces

Com uma história de vida emocionante, Cleusa Maria da Silva é o exemplo de superação e garra que qualquer mulher tem ao empreender. Ex-cortadora de cana, Cleusa se tornou dona da maior rede de vendas de bolos e doces do Brasil, a Sodiê Doces, graças a muito esforço e dedicação. Cleusa começou o negócio de bolos aceitando encomendas para aniversários e festas enquanto trabalhava em uma fábrica. As receitas fizeram sucesso e, após um investimento de apenas 3 mil reais, a empresária passou se dedicar inteiramente à confeitaria, hoje a maior rede de varejo de bolos do País.

Cármen Lúcia | Presidente do Supremo Tribunal Federal

Segunda mulher a comandar o Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia assumiu a presidência da mais alta corte do País em setembro de 2016. Formada em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), a magistrada percorreu um longo trajeto em sua terra natal antes de chegar à Suprema Corte. Cármen Lúcia é mestre em Direito Constitucional pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista em Direito Empresarial pela Fundação Dom Cabral, além de autora de sete livros focados em direito de Estado e administração pública.Em seu primeiro discurso como presidente do STF, quebrou o protocolo e, em vez de cumprimentar em primeiro lugar o presidente da República, Michel Temer, cumprimentou o cidadão, a quem chamou de “autoridade suprema de todos nós servidores públicos”.

Chieko Aoki | Blue Tree Hotels

Chieko Aoki é a fundadora e também a presidente da Blue Tree Hotels, uma das redes hoteleiras mais importantes do território nacional. Para conseguir chegar ao sucesso, a empreendedora acumulou experiência no Brasil e também nos Estados Unidos, Ásia e Europa. Inserida no mercado hoteleiro, decidiu largar suas funções em 1997 e criou a própria rede de hotéis. Em 2014, a Blue Tree Hotels teve um aumento de receita de 9%, com uma margem de lucro de quase 37% e com um faturamento total de R$ 381 milhões.

VEJA TAMBÉM:

 

Baixe seu E-Book gratuito Dicionário do COMEX – versão 2018

http://conteudo.allog.com.br/e-book-dicionario-do-comex

#AllogBrasil

Mais artigos

Junho vermelho – Mês da doação de Sangue

JUNHO VERMELHO – LEI Nº16.694 “Mês do amor. Mês da doação de sangue”. Este é o tema do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (HEMOSC) referente ao mês dedicado às campanhas que incentivam a doação de sangue. O Junho Vermelho foi instituído pelo Governo do Estado de Santa Catarina através da Lei nº16.694.

Árbitros brasileiros vão ao Mundial de Futebol desde 1930

A FIFA oficializou o árbitro Sandro Meira Ricci e os assistentes Emerson de Carvalho e Marcelo Van Gasse como representantes brasileiros da arbitragem na Copa de 2018. No total, foram selecionados 36 profissionais de diferentes países. A confederação europeia (UEFA) tem a maior quantidade de árbitros destacados: um total de 10. Da Oceania (OFC) serão

Rolar para cima
Previous
Next