Ano Novo Chinês pode afetar importações brasileiras

Compartilhe esse artigo

O Ano Novo Chinês começa dia 16 de fevereiro de 2018. Nesta data, dificilmente alguém conseguirá contatar ou negociar com os chineses, até porque trata-se de um feriado que envolve cultura e religião, dois grandes pilares da sociedade na China. No período, mais de 100 milhões de trabalhadores tiram folga e, no total, 300 milhões de chineses viajam às suas cidades natais para comemorar o feriado ao lado de familiares.

Oficialmente o feriado de Ano Novo  Chinês é de  sete dias, sendo os três primeiros irrevogáveis, mas tradicionalmente é comemorado durante 15 dias e ainda há muitas pessoas, principalmente no interior do país, que respeitam esse calendário. De acordo com Maiara Cordova, coordenadora de produto da  Allog International Transport, empresas que possuem fornecedores chineses devem se preparar para este período, antecipando seus pedidos e mantendo uma programação de embarques previamente combinado. “É importante que seja feito um planejamento a curto e médio prazo”, destaca.

Outro aspecto do mercado chinês que afeta as operações de importadores é que grande parte das fábricas não trabalham com estoque de produtos finalizados. Nas fábricas que possuem escritórios em Hong Kong, onde os funcionários só tiram três dias de folga, e nas que fazem negócios através de agentes de carga, sempre há alguém atendendo ao telefone.

Os problemas já iniciam antes do feriado do Ano Novo Chinês, quando importadores encontram dificuldade para conseguirem espaço nos navios e aeronaves devido ao acúmulo de carga. Após o feriado, pode ocorrer demora no retorno dos trabalhadores às fábricas, atraso nas entregas e oferta de carga maior que a de navios e espaço em aeronaves, principalmente nas primeiras viagens.

Bookings de navios já programados normalmente ocorrem durante o feriado, isto quando os armadores não aplicam o “blank sailing” (quando não ocorre a saída programada). Já no modal aéreo, as reservas realizadas até a data limite da carga seguirão regularmente, porém alguns embarques podem sofrer atrasos devido ao cancelamento de voos, comum ocorrer neste período com algumas cias aéreas. A aduana de Shanghai também trabalha em plantão das 9h às 11h30 da manhã durante os dias do Ano Novo Chinês. Desta forma, as liberações ocorrem somente neste período.  Segundo a coordenadora de produto da Allog, a principal alternativa para garantir a importação para demandas com sensibilidade de tempo é os importadores se anteciparem e realizarem essas operações em dezembro e em janeiro (antes do feriado). “Desta forma, terão tempo hábil  para os trâmites legais e as fábricas atenderem com a produção”, finaliza.

Feriados chineses

A China tem dois feriados prolongados: o Ano Novo Chinês e a comemoração da fundação da República Popular da China, que acontece na primeira semana de outubro. Como a China segue o calendário lunar, as comemorações de Ano Novo mudam a data todo ano, geralmente ocorrem dentro da segunda semana de fevereiro e as festividades podem durar até um mês, o que dificulta o contato com fornecedores nesta época do ano.

 

Alguns feriados de 2018 na China:

15 a 21 de fevereiro: Ano Novo Chinês. Oficialmente, o feriado dura 7 dias, sendo os 3 primeiros irrevogáveis, mas tradicionalmente é de 15 dias.

5 e 6 de abril: Qing Ming Festival

30 de abril a 1° de maio: Dia do Trabalhador (provavelmente o dia 30 será compensado pelas empresas no sábado antes ou depois do feriado)

18 de junho: Dragon Boat Festival

24 de setembro: Mid-Autumn Festival (Moon cake)

1° a 7 de outubro: Golden Week.

 

Curiosidades sobre ‘feriados’ que beneficiam públicos específicos:

8 de março: Dia Internacional da Mulher (todas tem meio dia livre)

4 de maio: Dia da Juventude (jovens de 14 a 28 anos têm meio dia livre da sua atividade, seja escola, universidade ou trabalho)

1° de Junho: Dia das Crianças (menores de 14 anos tem o dia livre na escola). O interessante é que muitos pais tiram um dia de férias para acompanhar os filhos em alguma atividade lúdica.

1° de agosto: Dia do Exército (os militares têm meio dia de folga).

 

Artigo produzido por:
Maiara Cordova,  Coordenadora de Produto de Importação Marítima da Allog.

 

 

VEJA TAMBÉM:

 

Baixe seu E-Book gratuito Dicionário do COMEX – versão 2018

http://conteudo.allog.com.br/e-book-dicionario-do-comex

#AllogBrasil

Mais artigos

Dia do Cliente: Allog faz homenagem em vídeo especial

A empresa A Allog, empresa especializada em transportes internacionais, acaba de desenvolver uma campanha assinada pela Dunas Filmes para homenagear o Dia do Cliente (15 de setembro), que representa o posicionamento da companhia (ter intimidade com o cliente). O vídeo trata a data de uma forma leve, alinhada e divertida. O roteiro O roteiro reproduz

Hub Ports para o Brasil: será?

Termo bastante comum no universo do comércio exterior, hub port consiste em um porto concentrador de cargas e de linhas de navegação. O termo decorre das estratégias de aumentar o tamanho dos navios, concentrar rotas e reduzir o número de escalas adotadas pelas principais companhias marítimas, notadamente a partir dos anos 1990. Responsáveis por receber

Rolar para cima
Previous
Next