Coronavírus no Brasil: Allog auxilia no plano de logística para combate à doença

Compartilhe esse artigo

A Allog vem trabalhando incessantemente, há três semanas, para auxiliar no plano de logística com a importação pelo modal aéreo de materiais essenciais ao combate do novo coronavírus no Brasil. Diferentes demandas de equipamentos médicos, testes para Covid 19, respiradores, medicamentos e máscaras faciais estão sendo recebidas diariamente, tendo como principais importadores hospitais, empresas farmacêuticas e as indústrias que necessitam seguir operando, mas ao mesmo tempo precisam proteger seus colaboradores neste período de risco.

Devido ao fato de 90% dos equipamentos de saúde do mundo serem produzidos na Ásia, basicamente na China, segundo o Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde e Biotecnologia da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), estas solicitações são embarcadas, em sua maioria, nos aeroportos de Hong Kong e Shanghai (China).

O tempo de trânsito destes locais até o Brasil é rápido. No entanto, até que o embarque da aeronave ocorra, a Allog tem superado entraves e desafios no processo logístico. As aeronaves de transporte de passageiros, que apresentavam tarifas de frete mais competitivas, estão sendo canceladas. Com isso, é necessário o embarque em aviões cargueiros ou até mesmo afretando aviões por completo, com um custo mais elevado. Além da variação na malha aérea, com cancelamentos de voos, o principal dilema está nas barreiras criadas na última semana pelo governo chinês, que passou a fazer novas exigências e inspeções para comprovar a qualidade dos equipamentos médicos e máscaras faciais a serem exportadas.

Por este motivo os fornecedores estão se adequando às novas regras, a exemplo de incluir o número de referência do certificado de qualidade em cada uma das caixas. O objetivo é que a inspeção ocorra da forma mais rápida possível e o embarque seja liberado pelas autoridades.

coronavírus no Brasil
Inspeção da carga no armazém

Os escritórios dos representantes da Allog na China estão preparados para instruir os exportadores e importadores a respeito destes requisitos, facilitando assim o andamento dos processos.

De acordo com Bruna Rossi, gerente de produto aéreo da Allog, “nosso objetivo é, de forma rápida, atender a demanda do sistema de saúde e das indústrias, e principalmente colaborar com a recuperação do país na luta contra o coronavírus no Brasil”.

ENTENDA PORQUE CONTRATAR UM AGENTE DE CARGA NO TRANSPORTE AÉREO.

Mais artigos

A taça roubada: uma lenda do futebol

Tricampeã do mundo em 1970, a Seleção Brasileira conquistou em definitivo, naquele ano, a Taça Jules Rimet, troféu levantado pelos campeões desde 1930. A cobiçada peça, no entanto, ficou em poder dos brasileiros por exatos 13 anos, pois foi roubado em 1983 no Rio de Janeiro. Seu nome era uma homenagem ao ex-presidente da FIFA,

Allog faz doação de máscaras faciais para pescadores de Itajaí

Pescadores de Itajaí acabam de receber doação de máscaras faciais para proteção contra a transmissão do coronavírus (Covid 19). Ao todo, foram 1 mil máscaras doadas pela Allog, empresa especializada em logística internacional, com matriz em Itajaí. Cada pescador recebeu duas unidades de tecido, lavável e reutilizável. A partir de agora, estão mais protegidos para

Rolar para cima
Previous
Next