Demanda por flores no Dia dos Namorados impulsiona importações da Colômbia

Compartilhe esse artigo

A demanda nacional está ajudando a impulsionar a importação brasileira de flores. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor), o faturamento com as vendas do produto vem crescendo significativamente nos últimos anos. O mercado nacional gerou nada menos que R$ 5,7 bilhões em negócios em 2014, R$ 6,2 bilhões em 2015 e, em 2016, registrou crescimento de 6% em relação ao ano anterior.

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o mercado de flores potencializa as vendas no Dia dos Namorados, devido a simbologia que carrega. Dados da gerência de importação da Allog International Transport, a data gera alta na demanda de importação de flores para o Brasil, em especial das rosas colombianas.

importações da Colômbia

 

Embora contínua, a compra de flores estrangeiras – por tratar-se de uma carga perecível e muito delicada – precisa de uma logística especial; embalagem e etiquetas adequadas; cuidados com manuseio e armazenagem (em local refrigerado com baixa temperatura de 2º a 8º) e agilidade na liberação da carga pelos órgãos intervenientes.

“Além disto, toda a logística, desde a colheita das flores até o embarque no aeroporto de origem, precisa ser realizada no mesmo dia para manter a qualidade do produto”, observa a analista de Operações Aéreas da Allog, Sanny Thays Gonçalves.

login2Artigo produzido por:

Sanny Thays Gonçalves, Analista de Operações Aéreas da Allog.

importações da Colômbia

Mais artigos

queda da ponte de Baltimore
Geral

Queda da Ponte de Baltimore: impactos no transporte marítimo

A queda da ponte de Baltimore (EUA), na madrugada do dia 26 de março, após ser atingida por um navio porta-contêineres, está gerando impactos consideráveis no transporte marítimo americano. Com a queda da estrutura, o acesso ao porto ficou limitado, impactando o setor de commodities e outros produtos que dependem do transporte marítimo nos Estados

Notícias do Mercado

Exportações de barcos de lazer retomam desempenho

Os estaleiros brasileiros focados em embarcações de lazer que cresceram nos últimos anos recomeçaram a exportar. Na primeira quinzena de julho, duas embarcações de 30 pés fabricados em Santa Catarina serão oficialmente entregues em Port Everglades, nos Estados Unidos. O embarque faz parte de um lote de quatro embarcações, que serão movimentadas ao longo do

Rolar para cima
Previous slide
Next slide