Alta no consumo de cervejas gera maior importação de garrafas de vidro

Compartilhe esse artigo

Você sabia que a importação de garrafas de vidro está crescendo no Brasil? A escassez do produto para o mercado cervejeiro do país e o aumento do consumo da bebida nos últimos meses está levando as empresas do setor a importarem mais vasilhames para atender a demanda.

Maiara Córdova, gerente de produto de importação marítima do Grupo Allog, explica que essa escassez vem sendo percebida desde 2019. Porém, entre janeiro e março deste ano, foi identificado um aumento de 400% no volume importado por uma das empresas que a companhia presta assessoria logística, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

importação de garrafas de vidro

O consumo de cerveja se manteve em alta em 2021, alcançando o volume de 14,3 bilhões de litros, crescimento de 7,7% ante 5,3% em 2020, segundo levantamento da Euromonitor para o Sindicerv (Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja). Entre os brasileiros, a categoria de cerveja mais popular continua sendo a lager, que representa 91% do volume total de vendas de cerveja no varejo.

Brasil: terceiro maior produtor do mundo

O ano de 2021 também apontou crescimento por parte dos consumidores de cerveja não alcoólica. A projeção do volume por litros foi de mais de 257 milhões, que corresponde ao crescimento de 30% nas vendas em comparação com 2020 (197,8 milhões/litro).

O Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja do mundo, atrás da China e dos Estados Unidos. A indústria da cerveja gera mais de 2 milhões de empregos diretos, indiretos e induzidos e representa pouco mais de 2% do PIB. O boom no aumento do consumo de cerveja pode ser atribuído à mudança de hábitos dos brasileiros devido à pandemia.

Conforme Maiara, atualmente a produção nacional de vidros não está conseguindo atender a demanda. Isso exige a importação de garrafas de vidro vindas de outros países. A crise de insumos na indústria do vidro não é nova. O Brasil passou por períodos sem investimentos e culmina para hoje a produção estar em capacidade máxima e não ter elasticidade para atender novos pedidos.

importação de garrafas de vidro

>>> Leia também – CE Mercante: entenda o Conhecimento de Embarque das Cargas

“A mudança no consumo dos brasileiros após a pandemia gerou o hábito de beber em casa, o que aumentou a busca por cervejas long neck e cervejas artesanais, e uma redução do consumo de embalagens retornáveis, como as servidas em bar, explica.

Garrafas vêm de navios e caminhões

Conforme a Associação Brasileira da Indústria de Vidro (Abividro), a capacidade produtiva brasileira não consegue absorver grandes demandas que não foram previstas. Para os próximos anos, estão previstos investimentos em novas fábricas neste setor, com as quais a expectativa é reestabelecer a falta atual de vidros no mercado.

A importação de garrafas de vidro com a assessoria do Grupo Allog são, principalmente, de países do Norte da Europa, Portugal, Arábia Saudita, Estados Unidos, Argentina e Paraguai.  O transporte é realizado tanto no modal marítimo como no rodoviário internacional.

As garrafas são paletizadas como qualquer outra mercadoria, sem a necessidade de uma embalagem especial. No entanto, pode ser necessário uso de contêiner padrão alimento (foodgrade) para garantir que não ocorra nenhum tipo de odor ou condensação nas garrafas, que acarrete desuso da carga após a chegada. No modal rodoviário internacional, segundo Maiara, é feito a passagem das cintas de fixação garantindo uma maior estabilidade da carga.

>>> Baixe gratuitamente o E-book sobre Peak Season.

importação de garrafas de vidro

Mais artigos

Incoterm EXW
Blog

Incoterm EXW – Entenda as responsabilidades

No incoterm EXW a mercadoria é colocada à disposição do comprador no estabelecimento do vendedor ou em outro local nomeado (fábrica, armazém, etc.), não desembaraçada para exportação e não carregada em qualquer veículo coletor. Este termo representa obrigação mínima para o vendedor. O comprador arca com todos os custos e riscos envolvidos em retirar a

energia solar
Geral

Energia solar será maior fonte de eletricidade do mundo até 2027

A energia solar fotovoltaica deverá se tornar a maior fonte de eletricidade do mundo até 2027, indica estudo da Agencia Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês). A estimativa é de que a potência acumulada da tecnologia quase triplique nos próximos cinco anos, chegando a -2,3 TW. O aumento do uso global de energia

Rolar para cima
Previous slide
Next slide