Importação de placas solares aquece mercado de energia renovável

Compartilhe esse artigo

O mercado de importação de placas solares (energia solar fotovoltaica) apresenta uma trajetória animadora no Brasil. A  energia é atualmente a sétima fonte mais representativa na matriz energética brasileira, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Aboslar). A mesma entidade projeta um crescimento de até 44% ao ano na capacidade instalada de energia solar no Brasil.

importação de placas solares

Estimativas como estas estão puxando a importação de placas solares fotovoltaicas de países como China e Alemanha, através da Allog Transportes Internacionais. Carlos Souza, gerente da divisão de cargas projetos da Allog, explica que as projeções de crescimento do setor são compatíveis com o volume de produto a ser importado. “Os importadores estão voltando os olhos para importação do setor de energia renovável”, destaca.

As placas que chegam ao país são distribuídas para todas as regiões do país. De forma geral, as placas solares desembarcam nos portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR). De lá, seguem para o mercado comprador do país. Elas são transportadas em contêineres de 40 pés, sendo considerada uma carga que os armadores gostam de trabalhar. Conforme Carlos, a importação de placas solares é realizada pela Allog desde meados de 2017. Isso coloca a empresa no mercado internacional deste tipo de produto.

Saiba mais

De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, a partir de dados oficiais, hoje já são mais de 2.000 megawatts (MW) em usinas de geração centralizada solar fotovoltaica em operação no Brasil. O número representa mais de R$ 10 bilhões em investimentos privados atraídos ao País desde 2014. Eles viabilizaram a geração de mais de 50 mil novos empregos locais qualificados nas regiões onde os projetos foram implantados.

As usinas geram energia elétrica limpa e renovável para suprir um consumo equivalente de mais de 3 milhões de brasileiros. Adicionalmente, há mais de 1.500 MW em novos projetos em fase de desenvolvimento e construção, com início de operação prevista para até 2022.

Mais artigos

O que esperar dos sérvios na Copa de 2018

O que esperar dos sérvios de volta a uma grande competição após oito anos? O Brasil vai conhecer a resposta para esta pergunta no dia 27 de junho de 2018 quando os comandados de Tite entrarem em campo às 15h (horário local), para enfrentar a Sérvia, em Moscou (Rússia). Apesar do futebol estar entre os

Golden Week na China: saiba como se preparar para o feriado prolongado

Você já ouviu falar em Golden Week na China? Não importa se você é um novo importador ou um comprador regular da China, convêm ter em mente os feriados chineses para a programação de pedidos. A Golden Week – que comemora a fundação da República Popular da China e que em 2019 ocorrerá de 1º

Rolar para cima
Previous
Next