Mercado de biocombustíveis: bom momento do país é trazido pela Cremer Óleo na Semana Cultural Allog

Compartilhe esse artigo

O Brasil segue como o grande vetor de crescimento e oportunidade de expansão no mercado de biocombustíveis, enquanto a soja continuará figurando como principal matéria-prima do biodiesel nacional. Até o final de 2022, o país deve produzir em torno de 6,2 bilhões de litros de biodiesel e o refino da glicerina vem abrindo oportunidades de novos nichos de mercado.

As principais tendências do mercado de biocombustíveis foram abordadas por João Artur Manjabosco, head regional da Cremer Oleo GmbH & Co. KG, durante a palestra “Biodiesel & Derivados: Mercado Externo e Interno”, no último dia da Semana Cultural Allog, focada em colaboradores do Grupo Allog.

mercado de biocombustíveis

Atualmente, um total de 11 países respondem por 80% da produção de biodiesel do mundo, com a Indonésia na liderança (8 bilhões de litros por ano). Além do óleo de soja – matéria-prima presente em 72% do biodiesel produzido no Brasil – nosso país também utiliza insumos como gordura de porco, óleo de milho, óleo de algodão, óleo de canola, gordura bovina, óleo de palma, entre outros.

Segundo Manjabosco, o biodiesel pode ser considerado um patrimônio do Brasil, com inúmeros efeitos positivos ambientais, sociais e econômicos à sociedade. “Isso inclui, por exemplo, a redução da emissão de gases de efeito estufa (GEE), o incentivo à reciclagem, a segurança energética, a inclusão produtiva, a redução da importação de diesel fóssil, entre vários outros benefícios para a cadeia produtiva”, resume.

mercado de biocombustíveis

>>> Leia também: Exportações de glicerina brasileira alavancam mercado de carga líquida.

Cremer e Allog

João Manjabosco fez questão de destacar a parceria estratégica entre a Cremer Óleo e o Grupo Allog na gestão da logística internacional da empresa que representa. Hoje, a Allog movimenta a carga líquida da Cremer pelos portos de Santos (SP), Rio Grande (RS), Paranaguá (PR), Salvador (BA), e Navegantes, Itajaí e Itapoá, em Santa Catarina. “Além da competência técnica na logística internacional de ponta a ponta, a grande diferença é que a equipe Allog veste a camisa do cliente em diferentes partes do processo. É como ter a dor de dono, pessoas que são parte do time efetivamente”, citou Manjabosco, com destaque especial para a equipe liderada por João Fróes, gerente do Setor de Carga Líquida do Grupo Allog.

Semana Cultural

Realizada desde 2016, a Semana Cultural Allog busca compartilhar conhecimento e trazer, para dentro da empresa, especialistas de mercado para abordar temas atuais e relevantes ao comércio exterior. Neste ano, o evento aconteceu no salão de convenções do Hotel Mercure, em Itajaí (SC), focado exclusivamente no time interno de colaboradores. A programação também foi transmitida online para as equipes das demais unidades da empresa em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Campinas, Santos, Rio de Janeiro e Manaus.

mercado de biocombustíveis

Mais artigos

Blog

Fazer o que se gosta ou gostar do que se faz?

Muitos gurus afirmam que a pessoa só é feliz quando faz aquilo gosta. Uma das maiores fontes de infelicidade está em não fazer o que se gostaria de fazer. É claro que fazer o que gosta é o ideal de todos nós. Porém, esse ideal nem sempre é atingível. Francisco Dalsenter, coach positivo, palestrante na

Blog

5 passos para iniciar a exportação para os Estados Unidos

Vender seus produtos e iniciar a exportação para os Estados Unidos pode representar uma grande oportunidade de crescimento do negócio. Em 2018, o país foi o segundo maior importador mundial depois da União Europeia, comprando um total de US$ 2,7 trilhões em bens e serviços. Fazer negócios com compradores nos Estados Unidos, no entanto, pode

Rolar para cima
Previous slide
Next slide