Mercado global de flexitanks deve crescer 14% ao ano até 2026

Compartilhe esse artigo

A crescente demanda global pelo uso de flexitanks, aliada às preocupações com a portabilidade de líquidos, é um fator que tem impulsionando o seu uso no transporte de líquidos não perigosos. Vantagens competitivas como custo-benefício, portabilidade e facilidade de manuseio são fatores apontados pelas mais recentes pesquisas para justificar o aumento da demanda por flexitanks em um ritmo acelerado em todo o planeta. Como os elementos utilizados para sua fabricação são 100% recicláveis, a matéria-prima pode ser reaproveitada para fabricação de materiais com plástico reciclável.

O mercado global de flexitanks foi avaliado em cerca de US$ 330 milhões em 2017 e deverá apresentar crescimento anual de mais de 14% até 2026, de acordo com um novo relatório da Transparency Market Research (TMR) intitulado Mercado de Flexitanks. O aumento da exportação de commodities, particularmente na região Ásia-Pacífico, deve estimular a demanda durante o período de previsão.

flexitanks

De acordo com João Fróes, gerente de Divisão de Cargas Líquidas da Allog, este tipo de embalagem de transporte otimiza custos, é livre de contaminação, tem disponibilidade imediata e o material é 100% reciclável. No Brasil, são usados principalmente para transporte de glicerina, óleos vegetais e produtos químicos não perigosos. As práticas logísticas verdes incorporadas pela maioria dos fabricantes de flexitanks e fornecedores de logística asseguram o descarte adequado da embalagem usada ??sem causar qualquer efeito nocivo ao meio ambiente.

O aumento da exportação de commodities em flexitanks, por exemplo, é um dos fatores que levaram a Allog – empresa especializada em logística internacional – a criar um departamento específico de flexitank. “A utilização de flexitanks apresenta uma demanda crescente no mercado brasileiro, impulsionada principalmente pelo aumento considerável na exportação de commodities como os óleos vegetais e por políticas públicas que regulamentam a fabricação e utilização de bicombustíveis”, explica João Fróes.

Segundo João, a Allog está estruturada para oferecer uma logística integrada com fornecimento de flexitanks em toda a costa do país. “Possuímos estrutura dedicada à utilização destes equipamentos desde o porto de Belém ao Porto de Rio Grande. Portanto, estamos aptos a atender o mercado na sua totalidade, independente da região onde o cliente está localizado”, completa João.

Benefícios e vantagens dos flexitanks:

– Maior volume de líquido a granel transportável comparado aos tambores ou IBC’s;
– Sempre novos, os tanques são flexíveis, sem risco de contaminação e sem custos adicionais de limpeza, uma vez que são descartáveis;
– 100% reciclável;
– Fácil manuseio;
– Mínimo ou nenhum residual de produto na descarga;
– Disponível em áreas remotas;
– Ideal para produtos foodgrade.

flexitanks

Mais artigos

Blog

Voluntários da Allog organizam 2º Jantar Outubro Rosa

Colaboradores e parceiros da Allog se mobilizam para a realização do 2º Jantar Outubro Rosa. O evento é uma noite de massas, molhos e saladas para arrecadar fundos para manutenção da Associação do Câncer Amor Próprio, de Itajaí/SC. No cardápio, três tipos diferentes de massas e molhos. O tempero dos alimentos, mais uma vez, será

Notícias do Mercado

Cresce a importação de produtos têxteis no Brasil

A importação total de produtos têxteis no Brasil cresceu 32,82,% de janeiro a abril deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit). Tal crescimento tem ainda maior representatividade em empresas de logística como a Allog International Transport, cujas importações de produtos têxteis cresceram nada

Rolar para cima
Previous slide
Next slide