Países inusitados estão na pauta das exportações brasileiras

Compartilhe esse artigo

China, Estados Unidos, Argentina, Holanda e Japão são alguns dos principais compradores dos artigos “made in Brazil”. Mas o país também manda seus produtos para países inusitados como Camboja, Romênia, Finlândia, Ilhas Fiji, Estônia, Madagascar, Sri Lanka e Benin, entre outros.

A lista de produtos exportados para estes países inusitados é variada. Nas operações realizadas pela Allog, empresa especializada em logística internacional, são destaque os artigos eletrônicos, madeiras, móveis, celulose, vestuário e gelatina animal. Madagascar, país insular no Oceano Índico e bastante conhecido no Brasil por ser tema de uma produção cinematográfica infantil, por exemplo, importa peças da indústria têxtil brasileira.

países inusitados

O Camboja, país localizado na porção sul da península da Indochina, no Sudeste Asiático, importa peças eletrônicas do Brasil; enquanto o Sri Lanka, na Ásia, é comprador de itens como gelatina animal. “O Brasil possui uma geografia extensa, com climas bem diferentes, isso proporciona uma gama grande de oportunidades de plantio e produtos agrícolas, atendendo demandas de diferentes países. No que tange a produtos manufaturados, os principais polos de produção e logística do país contam com amplo desenvolvimento para as demandas externas. Também vale ressaltar a boa adaptabilidade dos exportadores para atender a certificações para a inclusão de produtos nos mais variados mercados do planeta”, observa Artur Lamim, do Departamento Comercial da Allog.

Em 2018 a  balança comercial – diferença entre exportações e importações – acumula superávit de US$ 37,811 bilhões em oito meses. O valor é 21,8% inferior ao do mesmo período do ano passado pelo critério da média diária. O recuo do saldo da balança deve-se ao maior crescimento das importações em relação às exportações.

Em agosto deste ano, as vendas externas somaram US$ 22,5 bilhões, alta de 15,8% em relação a agosto de 2017 pelo critério da média diária. Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), esse foi o segundo maior valor exportado para o mês, só perdendo para agosto de 2011. As importações, no entanto, somaram US$ 18,777 bilhões, alta de 35,3% em relação a agosto do ano passado, também pela média diária.

10 países inusitados que importam do Brasil

Camboja (Ásia)

Romênia (Europa)

Finlândia (Europa)

Ilhas Fiji (Oceania)

Estônia (Europa)

Madagascar (África)

Sri Lanka (Ásia)

Benin (África)

Guatemala (América Central)

Kuwait (Ásia)

países inusitados

Mais artigos

Blog

Exportação de tabaco: Brasil se mantém na liderança mundial desde 1993

A exportação de tabaco brasileiro alcançou 549 mil toneladas em 2019, com uma movimentação financeira de US$ 2,14 bilhões, consolidando o Brasil como a potência mundial no setor. Do total, 85% das exportações de tabaco são feitas pelo Porto de Rio Grande, no Rio Grande do Sul. Os outros 15% saem de portos localizados no

aula inaugural
Geral

Aula inaugural do Allog dá início à programa de capacitação em tecnologia na Univali

A temporada de identificação e capacitação de novos talentos na área de tecnologia está aberta na Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Os 25 selecionados da Escola Politécnica da universidade participaram terça-feira (2) da Aula Inaugural do Allog <Enter>. Desenvolvido através de uma parceria entre Grupo Allog e a instituição, o programa se propõe a

Rolar para cima
Previous slide
Next slide