Peak season na logística: planejamento eficaz pode ser a diferença

Compartilhe esse artigo

O peak season na logística é um dos principais desafios para quem importa ou exporta algo dos mercados mais ativos. No período que antecede o chamado peak season na logística– época em que ocorre maior procura por espaços no transporte marítimo entre Ásia e Brasil – o planejamento eficaz pode ser a diferença entre um ano altamente lucrativo e outro cheio de oportunidades perdidas. Como as companhias marítimas são inundadas de solicitações de reservas de espaços nesse período do ano, esse comportamento de compras tem um impacto importante no planejamento estratégico e na tomada de decisões. Entenda mais sobre sobre os efeitos do peak season na logística aqui.

peak season na logística

Historicamente, o período em que ocorre maior procura no trajeto entre Ásia e Brasil inicia entre maio e junho e se estende até setembro. Roberto Ruiz, gerente de produto marítimo Allog, explica que a demanda global é afetada pela disputa entre EUA e China. Olhando para o mercado brasileiro, existe uma expectativa positiva de alta da economia com a reforma da previdência. E, mais recentemente, com o anúncio do governo de liberar parte do FGTS em bases anuais. “Isso deve girar a economia e, por sua vez, devemos ter um aumento nas importações”, avalia.

Roberto reconhece, no entanto, que falando especificamente no trade Ásia, desde sempre a busca pelo balanço adequado na relação oferta e demanda é um desafio a ser superado no modal marítimo. “Esse ano, com a troca de alguns navios e com a finalização de determinadas alianças, aparentemente os armadores conseguiram empregar navios e serviços a ponto de que em semanas pontuais ocorresse uma falta de espaço, gerando assim um backlog e um aumento de frete momentâneo”, pontua o gerente.

Essa situação durou pouco, pois alguns armadores adicionaram capacidade ao serviço. Isso fez com que os fretes entrassem novamente numa tendência de queda, o que facilitou o acesso ao espaço dos navios. “Hoje vivemos mais uma vez um momento com alta especulação do mercado por reduções de frete. Tudo isso devido a tendência de facilidade de encontrar espaço nos navios nas próximas semanas”, acrescenta Roberto.

Diferencial no peak season

Conforme Rodrigo Viti, gerente de vendas da Allog, ter um parceiro confiável é um diferencial competitivo também no peak season. Ele explica que, como a empresa tem acordos e parcerias com os principais armadores do mercado, consegue em seus contratos garantir espaço aos clientes. Isso ocorre porque a Allog mantém embarques regulares e com uma grande previsibilidade para os armadores. Desta forma, permite-se a eles trabalharem com o planejamento estratégico e reposicionamento de contêineres. “De forma geral, as companhias marítimas preferem trabalhar com clientes que possibilitam dar uma maior previsibilidade em seus embarques. Desta forma, o planejamento estratégico se torna mais efetivo e com resultados melhores”, completa Viti.

Quer saber mais sobre peak season na logística? Conheça tudo do assunto baixando nosso E-book sobre Peak Season aqui.

peak season na logística

Mais artigos

Blog

Procura por energia solar cresceu 70% no Brasil

O uso de energia solar no país aumentou 70% no ano passado e movimentou mais de R$ 13 bilhões. A expectativa é ainda melhor para 2021. Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), a previsão é de que os investimentos no setor superem R$ 21 bilhões ao longo deste ano. Um dos motivos para

Blog

Desafio PedAllog: ciclistas somam distância de uma volta e meia na Terra

Um total de 62.328 quilômetros ou uma volta e meia ao redor da Terra. Essa foi a distância, se somadas todas as atividades de pedal dos 181 participantes do Desafio PedAllog, alcançada em 24 dias de ação. A competição contou com a participação de ciclistas de diferentes regiões do país e até do exterior. Promovido

Rolar para cima
Previous slide
Next slide