Projeto pernas solidárias ganha o patrocínio da Allog

Compartilhe esse artigo

pernas solidárias

Completar uma corrida é o sonho de muitos atletas, independentemente das condições físicas. Mas se você pudesse “emprestar” suas pernas para que alguém tivesse a mesma sensação, você faria? Pois é exatamente o que propõe o projeto Pernas Solidárias, organização sem fins lucrativos que passou a receber apoio da Allog, empresa especializada em logística internacional com matriz em Itajaí (SC).

A proposta do projeto é proporcionar esporte, inclusão e solidariedade com ajuda de uma cadeira de rodas especial e um corredor disposto a empurrá-la. O projeto proporciona a pessoas que nunca andaram ou perderam os movimentos das pernas a possibilidade de competirem corridas de rua. O projeto surgiu em Joinville, no norte de Santa Catarina, mas já se espalhou por várias cidades do país. Com a iniciativa, os primos Cleiton Luiz Tamazzia e Rodrigo Tamazzia oferecem a voluntários condutores e cadeirantes a oportunidade de interagir, unindo e envolvendo pessoas, famílias e sociedade.

Em 2016, quando projeto surgiu, eram duas pessoas: um condutor e um cadeirante, que participavam de corridas em Joinville e região. Hoje, a iniciativa conquistou dezenas de pessoas e conta com mais de 100 condutores inscritos para o projeto. O número de cadeirantes interessados em participar do Pernas Solidárias também cresce diariamente.

Atualmente, até quem não corre pode ajudar o projeto Pernas Solidária: basta comprar as camisetas alusivas ao projeto social sem fins lucrativos, que visa a inclusão de cadeirantes no mundo das corridas de rua. O objetivo da campanha “Solidariedade é o amor em movimento” é arrecadar recursos para compra e manutenção de triciclos para que mais cadeirantes participem de competições.

O jogador Falcão, ídolo da seleção brasileira de Futsal, é um dos apoiadores do Pernas Solidárias. Já corre nas redes sociais a foto dele vestindo a camiseta da campanha, uma forma de incentivar mais pessoas a contribuírem com o projeto.

Mais artigos

Cresce a importação de produtos têxteis no Brasil

A importação total de produtos têxteis no Brasil cresceu 32,82,% de janeiro a abril deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit). Tal crescimento tem ainda maior representatividade em empresas de logística como a Allog International Transport, cujas importações de produtos têxteis cresceram nada

Bernardo Brügger é o novo diretor comercial da Allog

O executivo Bernardo Brügger assume como novo diretor comercial da Allog, empresa especializada em logística internacional com matriz em Itajaí-SC e unidades em São Paulo e Rio Grande do Sul, se reportando à Alex Oliveira, CEO da companhia. Com mais de 18 anos de experiência em empresas multinacionais de transporte e serviços, começou sua carreira

Rolar para cima
Previous
Next