Dia do Profissional de Logística é marcado pela 2ª Semana Cultural Allog

Compartilhe esse artigo

O segmento de logística é bastante amplo e inclui muito mais que armazenagem e distribuição de produtos no mercado interno e externo.  De acordo com dados da Associação Brasileira de Logística (ABL), concentrando-se apenas no segmento dos prestadores de serviços logísticos (PSLs), ou seja, empresas cujo objeto de negócio é a prestação de serviços logísticos, há atualmente um contingente de aproximadamente 150 mil profissionais empregados diretamente em todo o Brasil.

Em Itajaí (SC), cidade catarinense com maior potencial logístico, a Universidade do Vale do Itajaí (Univali) formou nada menos que 1.932 profissionais de Comércio Exterior e 1.076 profissionais de Logística.

Profissional de Logística
 

Conforme Eduardo Meira, diretor comercial da Allog, a empresa entende que, para atender bem os clientes, é necessário desenvolver uma equipe interna de profissionais capacitados e em sintonia com o mercado. A Semana Cultural tem o objetivo de aproximar colaboradores com o mercado e provocar reflexão e iniciativas que atendam às demandas do segmento, além de trazer a oportunidade de ter palestras relevantes “dentro de casa”.

userArtigo produzido por: Eduardo Meira, diretor comercial da Allog.

Profissional de Logística

Mais artigos

Blog

Relação comercial com a Ásia impulsiona movimentação de carga no Brasil

A China continua sendo o maior mercado consumidor do Brasil, destino de 26,8% das exportações brasileiras realizadas de janeiro a outubro, com alta de pouco mais de 5% na comparação com o mesmo período do ano passado (22,5%). Os números são do relatório estatístico do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e correspondem a

Novidades

Redução das alíquotas de importação: mais competitividade às indústrias

O governo federal decidiu pela redução das alíquotas de importação de 281 máquinas e equipamentos pelo regime de ex-tarifário – em que é cobrado um imposto menor para o ingresso de produtos não fabricados no Brasil. Do total de itens, 261 são bens de capital (BK) e 20 bens de informática e telecomunicações (BIT). Os

Rolar para cima
Previous slide
Next slide