Drawback: 6 perguntas para entender o regime aduaneiro especial

Compartilhe esse artigo

Você sabe o que é drawback? Quem trabalha com processos logísticos internacionais, certamente já ouviu pelo menos falar sobre ele. Trata-se de um regime aduaneiro especial que incentiva as exportações de empresas industriais e comerciais. Instituído em 1966, o drawback é a suspensão ou isenção de tributos sobre insumos importados para produtos a serem exportados.

O mecanismo funciona como um incentivo às exportações. Ele ajuda a reduzir os custos de produtos exportáveis, tornando-os mais competitivos no mercado internacional. Na prática, significa que uma empresa que precisa de determinado item importado para industrializar no Brasil e depois exportá-lo, poderá importá-lo com isenção ou suspensão de impostos. Desta forma, torna o custo final da mercadoria fabricada no Brasil menos oneroso. E, consequentemente, o tornando mais competitivo para venda no mercado externo.

drawback

Para ficar ainda mais fácil o entendimento, segue um exemplo prático de uma mercadoria que está sendo muito falada em meio a pandemia: a seringa.

A seringa necessita dos seguintes materiais para ser fabricada:

– Cilindro: confeccionado em plástico polipropileno atóxico

– Haste: confeccionado em plástico atóxico polipropileno ou polietileno

– Pistão: confeccionado em borracha termoplástica, atóxica, livre de látex natural

Considerando que uma empresa no Brasil fabrica a seringa completa, ela precisará de todos esses insumos e poderá importá-los com o benefício Drawback. Com isso, suspende ou isenta os impostos na importação, fabrica a seringa e exporta o produto acabado com um menor custo.

1) Quais são as modalidades de Drawback?

Existem três modalidades principais de Drawback: Isenção, Suspensão e Restituição de Tributos. O drawback de restituição praticamente não é mais utilizado. O instrumento de incentivo à exportação compreende as modalidades de isenção e suspensão.

Isenção: consiste na isenção dos tributos incidentes na importação de mercadoria, em quantidade e qualidade equivalentes, destinada à reposição de outra importada anteriormente, com pagamento de tributos e utilizada na fabricação de produtos exportados.

Na prática, funciona assim: a empresa comprova para a Receita Federal que nos últimos dois anos importou e pagou os tributos do produto X e o utilizou para industrializar algum bem que foi exportado. Agora, ela quer repor o estoque deste produto X, importando com a isenção de impostos para seguir beneficiando mercadoria a ser exportada.

Suspensão: consiste na suspensão dos tributos incidentes na importação de mercadoria a ser utilizada na industrialização de produtos para venda no mercado externo. No Drawback Suspensão, o produto vai ser importado com suspensão dos impostos, com a finalidade de industrializar.

2) Quando a empresa pode utilizar o Drawback?

A partir do momento que ela identificar internamente o potencial financeiro a ser reavido por um pleito de ato concessório, o Drawback já pode ser solicitado.

3) Quem pode utilizar este regime especial?

O regime especial de Drawback é concedido a empresas industriais ou comerciais que importem matéria-prima com o objetivo de submetê-la a um processo de industrialização no Brasil, sendo o destino a exportação.

4) Quais os benefícios do Drawback?

Isenção ou suspensão dos impostos de importação tornando o produto mais competitivo na exportação, desenvolvimento da economia interna com o aumento das exportações e geração de empregos.

5) Quais impostos são suspensos ou isentos com o Drawback?

Na suspensão: imposto de importação, imposto sobre produtos industrializados, PIS, COFINS, AFRMM e ICMS.

Na isenção: imposto de importação, imposto sobre produtos industrializados, PIS e COFINS.

6) Como solicitar o Drawback?

Consulte os manuais que regem o Drawback no Brasil e fique por dentro.

Drawback suspensão:

http://siscomex.gov.br/wp-content/uploads/2020/11/Passo-a-Passo-Suspensao_Portaria-44_1aed.pdf

Drawback  isenção:

http://siscomex.gov.br/wp-content/uploads/2020/08/Manual-Isencao-Portaria-44_1a-edicao.pdf

>>> CONFIRA TAMBÉMDesembaraço aduaneiro: o fundamental para uma logística segura

A equipe Allog possui expertise em Drawback e em outras modalidades de regimes especiais para importação e exportação de mercadorias. O conhecimento aprofundado das regras que regem o comércio exterior no Brasil é fundamental para entender prazos, reduzir custos e aprimorar estratégias logísticas das empresas.

drawback

Mais artigos

Blog

Atleta paralímpico de Triathlon ganha bicicleta adaptada da Allog

Um dos melhores atletas de paratriathlon brasileiro agora conta com um impulso extra da Allog. A empresa presenteou o atleta paralímpico catarinense Jorge Fonseca com uma bicicleta do tipo contra relógio. No dia 20 de junho, ele garantiu a terceira colocação na classe PTS4 da World Cup Paratriatlhon na cidade de A Coruña, na Espanha.

Blog

Packing List: qual a importância no Comércio Exterior?

A Receita Federal do Brasil (RFB) define o Romaneio de Carga (Packing List – PL) como o documento que discrimina todas as características ou componentes de uma carga. Em outras palavras, este romaneio tem o objetivo de descrever detalhadamente como o volume está disposto, com o objetivo de facilitar a identificação e localização de qualquer

Rolar para cima
Previous slide
Next slide