Indústria têxtil logística internacional exige soluções completas e eficazes

Compartilhe esse artigo

Entre o chão de fábrica e as araras de roupas das principais redes de lojas do mundo, a logística internacional tem um papel fundamental quando o assunto é a indústria têxtil. São, em média, 4 coleções por ano que precisam chegar simultaneamente em diferentes regiões do mundo e qualquer minuto perdido pode fazer a diferença.

No Brasil, o setor segue em alta. A indústria têxtil e de confecção teve faturamento estimado de R$ 194 bilhões em 2021. O crescimento é  de 20% sobre o ano anterior. O varejo de roupas cresceu 16,9%, embora a expansão não tenha sido suficiente para o país voltar aos números de 2019, último ano antes da pandemia.

industria textil

Em 2021, as importações brasileiras da indústria têxtil somaram U$ 5,16 bilhões, um crescimento de 26,3%. As exportações nacionais, de pouco mais US$ 1 bilhão, cresceram 17,5% em relação a 2020. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

Grande demanda logística

Priscilla Morroni Fortes, especialista de produto aéreo do Grupo Allog, explica que, como a indústria atua com uma grande demanda logística, a maior parte das peças é importada e as empresas do segmento fazem uma programação para embarques no modal marítimo, normalmente, em períodos de lançamento de coleção, quando falta espaço nos navios ou atrasos por parte do fornecedor, as cargas migram para o frete aéreo, garantindo uma logística mais ágil entre países.

>>> Confira também: 5 dicas para planejar sua importação têxtil e ser mais competitivo

“Com os retornos gradativos das atividades presenciais, há uma grande expectativa de movimento para este mercado novamente. Porém, ainda operando abaixo dos níveis antes da pandemia”, explica a profissional do Grupo Allog

Conhecimento no segmento têxtil

Especializado em logística internacional, o Grupo Allog conta com profissionais dedicados à operação de cargas têxteis. A equipe possui know how no segmento e está preparada para ajudar importadores e exportadores a realizarem todo o processo logístico da carga. A busca é sempre por antecipar espaços nas aeronaves e navios para que as datas solicitadas pelo cliente sejam atendidas e consigam cumprir o prazo de entrega na fábrica e nas lojas.

“Não se trata apenas de trazer a mercadoria ao Brasil. Há também a retirada do aeroporto ou do porto, o encaminhamento aos centros de distribuição (CD) até a etapa final que chega ao consumidor, finalizando assim toda a cadeia logística”, diz Priscilla. Índia, China, Bangladesh e Peru lideram o ranking de países que ajudam a atender a demanda nacional do setor têxtil, a partir de transações intermediadas pelo Grupo Allog.

Priscilla - industria textil

Mais artigos

Mês da Criança: 5 dicas práticas para desconectar e reconectar aos filhos

Sabe aquela cena da família reunida no almoço de domingo, mas cada um ligado aos seu próprio telefone, tablet e game portátil? Pais e filhos têm estado juntos e separados ao mesmo tempo, ainda que sentados na mesma mesa. Não há nada de errado com o acesso à tecnologia, muito pelo contrário. Ela só não

Incoterm CFR
Blog

Incoterm CFR – Entenda as responsabilidades

No Incoterm CFR, o vendedor é responsável pelo pagamento dos custos necessários para colocar a mercadoria a bordo do navio. O vendedor é responsável pelo pagamento do frete até o porto de destino designado. O vendedor é responsável pelo desembaraço da exportação. Os riscos de perda ou dano da mercadoria, bem como quaisquer outros custos

Rolar para cima
Previous
Next