Operador Econômico Autorizado (OEA): entenda o que significa

Compartilhe esse artigo

Mas, afinal, o que significa ser um Operador Econômico Autorizado (OEA), na prática? A certificação eleva a empresa a uma posição de parceiro estratégico da Receita Federal do Brasil. Significa que ela é confiável e de baixo risco na hora de fazer negócios com o exterior. Em troca, é possível usufruir de vantagens competitivas, agilizando as operações de exportação.

A Allog é certificada OEA-Segurança (OEA-S) desde abril deste ano. O gerente de desembaraço aduaneiro da Allog, Menito Luz, explica que a empresa é parceira estratégica da Receita Federal na movimentação de cargas de exportação. Ela precisa ter desde controle de unidades de carga e de acesso físico até treinamento em segurança e conscientização de ameaças. “Os critérios estabelecidos pela norma representam baixo grau de risco em termos de segurança física da mercadoria ao exportador. Comprova, ainda, que a companhia segue rigorosos critérios de ética e segurança aplicados à cadeia logística”, explica.

Operador Econômico Autorizado (OEA): facilitação aduaneira  

Aos operadores certificados no programa de Operador Econômico Autorizado (OEA) são concedidos benefícios de facilitação dos procedimentos aduaneiros, tanto no país, quanto no exterior. Por ser uma OEA-S, a Allog precisa seguir robustos procedimentos que reduzem os riscos de manuseio indevido das cargas destinadas ao exterior. Também prova que usa corretamente as informações sobre as operações de exportação, além de implementar procedimentos que obriga parceiros comerciais a adotarem medidas com o intuito de impossibilitar a manipulação da carga.

Operador Econômico Autorizado

Segundo Menito, clientes da Allog se beneficiam, principalmente, “da certeza que possuímos forte controle da segurança da informação, qualidade documental, cumprimento da legislação aduaneira, política de Recursos Humanos e treinamentos constantes”.

O que a certificação Operador Econômico Autorizado (OEA) exige:

– Controle de unidades de carga
– Controle de acesso físico à empresa
– Procedimentos de segurança
– Treinamento em segurança e conscientização de ameaças
– Segurança física das instalações

Quer conversar sobre soluções de logística internacional?

Operador Econômico Autorizado

Mais artigos

Blog

Cubagem aérea na logística internacional: como ela funciona?

Assim como o transporte marítimo tem suas próprias regras para definir valores e limites de carga, quem exporta ou importa mercadorias de avião precisa se adequar a um modelo específico: a cubagem aérea. A cubagem aérea nada mais é do que a fórmula que as companhias utilizam para fazer a cobrança básica do frete aéreo,

Blog

A importância de um bom relacionamento com os clientes

Com acesso fácil à internet e uma relação de cumplicidade cada vez maior com os canais sociais, os consumidores de hoje interagem o tempo inteiro e esperam das marcas uma relação de respeito e transparência. Essa mudança de comportamento tem levado as empresas a repensarem, cada vez mais, sua forma de criar relacionamento com o

Rolar para cima
Previous slide
Next slide