Redução das alíquotas de importação: mais competitividade às indústrias

Compartilhe esse artigo

O governo federal decidiu pela redução das alíquotas de importação de 281 máquinas e equipamentos pelo regime de ex-tarifário – em que é cobrado um imposto menor para o ingresso de produtos não fabricados no Brasil. Do total de itens, 261 são bens de capital (BK) e 20 bens de informática e telecomunicações (BIT). Os bens de capital são maquinários, ferramentas e equipamentos utilizados para a fabricação de artigos para o consumo interno. “O objetivo é promover a atração de investimentos para o Brasil. Isso desonera os aportes direcionados a empreendimentos produtivos”, destaca João Paulo de Limas, executivo de Vendas da Allog.

redução das alíquotas de importação

A ampliação da lista de bens que tiveram redução das alíquotas de importação pelo Governo Federal deve impactar positivamente. Principalmente na modernização da indústria nacional e no aumento das importações de máquinas e equipamentos para o país. “Com o atual cenário cambial, a busca por investimentos em maquinários importados para renovação do parque fabril encontra-se em baixa. A redução de alíquotas faz com que os empresários voltem a olhar às tecnologias não encontradas no país”, avalia. Entenda o passo a passo das importações aqui.

Considerando que, se por um lado essa decisão ajuda as empresas a terem maior margem de lucro de seus produtos, por outro pode acirrar a competição entre revendedores nacionais e fornecedores estrangeiros. “A entrada de produtos importados é essencial para a indústria nacional não cair em uma zona de conforto e não investir em novas tecnologias”, resume.

Além disso, a evolução tecnológica traz benefícios evidentes e a indústria do Brasil é a mais favorecida. “Com a redução das alíquotas de importação, as empresas investem em tecnologia e reduzem os custos de produção. As empresas nacionais se tornam competitivas internacionalmente exportando seus produtos”, acrescenta. Há também um efeito multiplicador na economia através da geração de novos postos de trabalho, proporcionando mais renda e consumo.

Quer conhecer todos os termos e palavras que envolvem o universo do Comex? Baixe nosso Dicionário do Comex. É gratuito!

Mais artigos

CNI: Facilitação do comércio exterior ainda é desafio à competitividade das exportações

O comércio exterior brasileiro vive um momento de simplificação dos procedimentos administrativos e legais, com impactos importantes na redução de prazos, custos e previsibilidade das operações de exportação e importação. Mas essa mudança ocorre lentamente por envolver pelo menos 22 órgãos públicos e centenas de processos. A avaliação faz parte da Agenda Internacional da Indústria 2017, documento

No mês da criança, Allog incentiva a leitura

No mês da criança, a Allog – empresa especializada em logística internacional – incentiva a leitura infantil. A ação consiste na distribuição de livros do escritor catarinense Marinaldo de Silva e Silva para filhos de clientes e dos colaboradores da empresa. O escritor tem 11 títulos publicados e participação em três antologias. De acordo com

Rolar para cima
Previous
Next