Soul skills: o que são e como ativá-las no ambiente corporativo?

Compartilhe esse artigo

Você já ouviu falar de soul skills? Quais as habilidades essenciais definem a marca pessoal de um profissional? De que forma as corporações têm transformado a gestão de pessoas na última década? E como um modelo de liderança atento gera um olhar mais humanizado sobre a equipe?

O tema foi foco da palestra “Líder com Alma – Movidos pelo Amor, Guiados pela Gratidão”, ministrada por Leandro José Soares, gerente corporativo de Recursos Humanos da Schulz SA, no segundo dia da Semana Cultural Allog 2023. Ativador de negócios conscientes a partir dos fundamentos do capitalismo consciente, Leandro é um dos 5 Tops of Mind na categoria dirigentes de RH no país. Em 2018, participou do quadro “Chefe Secreto” no programa Fantástico, da rede Globo, série apresentada pelo consultor de carreiras Max Gehringer.

soul skills

>>> Confira o que foi falado no primeiro dia da Semana Cultural Allog.

Conforme Leandro, o mapa de competências profissionais formado, até então, por Hard skills (competências técnicas) e Soft skills (competências comportamentais), ganhou um novo elemento no universo da gestão de pessoas: as Soul skills, ou competências da alma. “Trata-se de nossas habilidades emocionais que estão conectadas à essência do ser humano, bem como aquelas que se conectam com a alma e a espiritualidade. É preciso aprimorar nossas competências técnicas e comportamentais, mas também com nossas competências da alma”, explica.

O profissional parte da premissa de que sem pessoas saudáveis emocionalmente, não teremos uma empresa de igual condição. “E as soul skills estão conectadas diretamente às diferentes faces do amor”, cita.

Mas, afinal, quais são e cormo lidar com elas?

Generosidade

É, sem dúvidas, uma das maiores expressões de abundância, pois ao entendermos dessa forma, percebemos que, ao fazermos um ato de generosidade a alguém, não necessariamente estamos deixando de ter algo para dar ao outro. Ela pode ser expressa de muitas formas: desde compartilharmos nosso tempo, conhecimento e até mesmo um pouco de atenção. Tente colocar a generosidade como um hábito em sua rotina, criando um ciclo virtuoso de amor. Ao sermos generosos com o outro, somos muito mais generosos com nós mesmos, pois acaba nos fazendo um bem danado.

Gratidão

Uma das principais fórmulas para atingir a felicidade é sendo grato. Tente começar seu dia agradecendo pelo fato de estar vivo, pela sua família, por seu emprego. Se habitue a agradecer aos seus liderados pelo apoio, compromisso e engajamento que têm com você. Torne esse hábito algo vivo em sua rotina e veja o resultado que ele trará para você, sua família e seu ambiente de trabalho. “Quando agradecemos, tornamos aquilo que temos em suficiente”, cita.

Reconhecimento

Segundo Leandro, não temos o hábito de reconhecer as pessoas no ambiente corporativo ou mesmo pessoal. É preciso reconhecer e agradecê-las diariamente. Quando elogiamos e parabenizamos alguém do nosso time por algum trabalho bem feito faz essa pessoa se sentir bem e mais motivada, além de criar laços de confiança e respeito muito fortes.

Cuidado

É preciso sempre se perguntar: como eu posso cuidar e ajudar o outro? Pequenos detalhes cotidianos – como garantir que todos os tipos de perfis se sintam acolhidos – demonstram cuidado e transformam o dia de alguém. Às vezes, o cuidado é simples: pequenos gestos, mensagens ou atos e demonstrações de carinho e atenção podem fazer uma grande diferença. Aqui o exercício de empatia é o grande segredo.

Compaixão

Estar presente é uma forma clara de ter compaixão pelo outro. Quando estamos em um lugar e não estamos, de fato, imersos no momento presente, deixamos algo para trás.  A escuta atenta é uma das melhores formas de compaixão. O simples fato de você parar o que está fazendo e olhar para a pessoa que está falando contigo numa solicitação de apoio já pode ser considerada um ato de compaixão.

Perdão

Capaz de curar o coração e a alma, o perdão não significa esquecer ou apagar, mas tirar o rancor de dentro de si. Como já disse o psicólogo Lewes B. Smedes: “quando perdoamos, libertamos um prisioneiro e então descobrimos que o prisioneiro liberto éramos nós.”

soul skills

Mais artigos

Brasil e Catar
Torcedor Allog 2022

Brasil e Catar: relação comercial entre os países avança nos últimos anos

Brasil e Catar. Além das atenções focadas na Copa do Mundo 2022, você sabe o que mais os dois países têm em comum? O Blog da Allog te responde: a relação comercial. Ao longo dos anos, o Brasil tem fortalecido e avançado sua relação comercial com o país sede do Mundial. E o carro-chefe que

Blog

Solidariedade: Allog Porto Alegre participa de mobilização contra o frio

Solidariedade não escolhe lugar, nem estação do ano. No Rio Grande do Sul, os colaboradores da Allog Porto Alegre se mobilizaram para ajudar as pessoas mais carentes com cobertores e agasalhos. Eles participaram da ação de solidariedade que arrecadou mais de 7 toneladas de roupas em menos de 24 horas. A missão era doar roupas

Rolar para cima
Previous slide
Next slide