7 curiosidades sobre a Copa do Mundo que você não sabia ou tinha esquecido

Compartilhe esse artigo

Realizado desde 1930, o torneio mundial vencido cinco vezes pelo Brasil é cercado de mitos e curiosidades. Apesar da liderança verde e amarela na Copa do Mundo de Futebol e do fato do país ser o único a participar de todas os campeonatos até hoje, a presença do Brasil nem sempre foi tão positiva.

Nas duas primeiras copas, a de 1930 e 1934, por exemplo, o time não passou da primeira fase. Para disputar a copa de 1934, os brasileiros viajaram 15 dias de navio e muitos chegaram à Itália (país sede da competição) acima do peso e sem tempo de recuperar a boa forma física.

Conheça estas e outras histórias curiosas sobre a participação do Brasil no campeonato. Neste ano, a Copa do Mundo da FIFA será disputada na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho.

1) A primeira Copa do Mundo

A primeira Copa do Mundo aconteceu em Montevidéu, no Uruguai. Quatro países europeus e nove sul-americanos participaram da competição, vencida pelos donos da casa. Na final, a seleção uruguaia derrotou a Argentina pelo placar de 4 a 2. Nesse primeiro mundial, a participação do Brasil foi um grande fiasco. Nossa seleção não passou da primeira fase.

2) O primeiro gol em uma Copa do Mundo

O primeiro gol da história de todas as Copas foi marcado pelo francês Lucient Laurrent, na goleada por 4 a 1 sobre o México, aos 19 minutos do primeiro tempo. Do lado brasileiro, o primeiro gol marcado na competição foi de João Coelho Netto, o Preguinho, um atleta versátil que competia profissionalmente por nada menos que 9 modalidades, incluindo natação, atletismo, vôlei e basquete. O gol aconteceu no dia 14 de julho de 1930, no estádio Parque Central, em Montevidéu. Aos 17 minutos do segundo tempo, quando o Brasil já perdia por 2 a 0 para a Iugoslávia, Preguinho fez o primeiro gol do Brasil em uma Copa do Mundo, aos 25 anos de idade. O atleta disputou dois jogos e marcou três gols em Copa. Ele faleceu em 1979, aos 74 anos de idade.

3) Brasileiro campeão (mas não pelo Brasil)

A seleção brasileira só conquistou o primeiro dos cinco títulos sua história 28 anos depois da primeira Copa do Mundo. Só que 24 anos antes, um jogador nascido e criado em São Paulo teve a honra de levantar a taça da Copa do Mundo. Anfilogino Guarisi Marques, ou simplesmente Filó, foi o primeiro brasileiro a faturar o título mais importante do futebol mundial. O atacante foi um dos integrantes da “legião estrangeira” que ajudou a Itália a ganhar a Copa de 1934. Filó pôde vestir a tradicional camisa azul e, assim, se tornar campeão mundial graças à sua mãe, uma imigrante italiana que deixou a Europa para radicar-se no Brasil. Mas foi seu pai quem o inseriu no mundo da bola.

4) Uma longa (e engordativa) viagem de navio

Para disputar a Copa do Mundo de 1934, na Itália, os brasileiros viajaram 15 dias de navio. Muitos dos jogadores engordaram durante a viagem e não tiveram tempo de recuperar a forma física. Na Itália, apenas um treino antes da partida contra os espanhóis foi realizado. Pouco inspirado e sem mobilidade, o Brasil sucumbiu. Aos 30 minutos de jogo, a seleção brasileira já perdia por 2 a 0, ambos os gols marcados por Iraragorri. Na competição, a exemplo do campeonato disputado no Uruguai, o Brasil não passou da primeira fase.

5) O vexame do Maracanaço

Por conta da Segunda Guerra Mundial, a competição ficou suspensa por 12 anos. Os países europeus ainda sofriam os efeitos do conflito e o Brasil foi a sede do evento em 1950. Jogando em casa, o time brasileiro fez ótima campanha, chegando à final contra o Uruguai e precisando apenas de um empate. Mas, em pleno Maracanã, diante de 200 mil torcedores, a seleção canarinho fracassou. A derrota ficou conhecida com Maracanaço (em espanhol: Maracanazo). A partida ocorreu no estádio do Maracanã, construído para competição, e é considerada um dos maiores reveses da história do futebol.

6) Primeiro título veio na Suécia

Presente em todas as copas, o Brasil ganhou seu primeiro título na Suécia, em 1958. Foram convocados Pelé, Garrincha e até Zagallo, antigo técnico da seleção.

7) Zagallo é único

Mario Jorge Lobo Zagallo foi o único brasileiro que conseguiu a façanha de conquistar quatro títulos mundiais pela Seleção Brasileira, atuando como jogador e depois no comando dos atletas. A primeira delas foi na Suécia, como jogador, em 1958. Neste Mundial, o Brasil enfrentou os donos da casa e venceu por 5 a 2. Inspirados, Pelé e Vavá comandaram a goleada. Os torcedores suecos reconheceram o talento brasileiro e aplaudiram em pé os campões. A segunda conquista do camisa sete (7) Zagallo aconteceu no Chile, em 1962. Sem Pelé, que se contundiu no segundo jogo da primeira fase do mundial, outra estrela brilhou no Brasil. Na final contra a Tchecoslováquia, Mané Garrincha virou “Rei” e comandou a vitória do Brasil sobre os tchecos por 3 a 1. O terceiro título mundial de Zagallo aconteceu na Copa do México, em 1970, só que agora no comando dos jogadores. Com Pelé, Tostão e Jairzinho no ataque, o Brasil foi tri-campeão mundial ao vencer a Itália por 4 a 1. O último título foi em 1994, como coordenador técnico quando Carlos Alberto Parreira era o comandante, nos Estados Unidos.

VEJA TAMBÉM:

 

Baixe seu E-Book gratuito Dicionário do COMEX – versão 2018

http://conteudo.allog.com.br/e-book-dicionario-do-comex

#AllogBrasil

 

http://allog.com.br/blog/novidades/quem-entrou-e-quem-saiu-da-copa-do-mundo/

http://allog.com.br/blog/novidades/so-oito-paises-venceram-copa-do-mundo/

Mais artigos

Malbec Day: setor comemora crescimento do consumo de vinho no Brasil

Entre as diferentes uvas que compõem o universo do vinho, uma delas ganha destaque e vitrine internacional no mês de abril. O Malbec Day, comemorado em 17 de abril, reverencia o vinho Malbec em quase 100 países ao redor do mundo e ajuda a difundir conhecimento sobre a bebida. De origem francesa, da região de

Rolar para cima
Previous
Next