Atleta paralímpico de Triathlon ganha bicicleta adaptada da Allog

Compartilhe esse artigo

Um dos melhores atletas de paratriathlon brasileiro agora conta com um impulso extra da Allog. A empresa presenteou o atleta paralímpico catarinense Jorge Fonseca com uma bicicleta do tipo contra relógio. No dia 20 de junho, ele garantiu a terceira colocação na classe PTS4 da World Cup Paratriatlhon na cidade de A Coruña, na Espanha. No dia 27, o atleta paralímpico estará nos Estados Unidos para disputar o Pan American Championships, em Pleasent Prairie. As competições são classificatórias para as Paraolimpíadas 2021 do Japão.

atleta paralímpico

Considerado um dos melhores atletas do paratriathlon brasileiro, Jorge Fonseca perdeu o braço direito em um acidente de motocicleta, em 2006. No acidente, ainda perfurou o fígado, deslocou o rim e teve um derrame pleural, o que o fez ficar quatro meses na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). “Quando saí da UTI, naquela altura, o braço era o de menos”, conta.

Em 2010, Jorge conheceu uma equipe de ciclismo em Rio Negrinho, onde morava, com quem começou fazer atividade física. Dois anos mais tarde, morando em Joinville, conheceu o treinador Ivan Razeira, que o colocou no paratriathlon.

Título mundo afora

Atleta paralímpico da seleção brasileira há nove anos, Jorge conquistou títulos como o de campeão Pan-americano e campeão mundial na África do Sul, campeão da World Cup Banyles (Espanha), Word Cup Funchal (PT), Grand Final Suiça e Melhor Atleta Paralímpico de 2014.

Acostumado a vencer desafios, Jorge Fonseca treina de 20 a 25 horas por semana. “Como são três modalidades diferentes, procuramos uma igualdade ou damos mais volume na modalidade que está mais fraca em determinado momento”, destaca.

Rumo a Tóquio

Em 2021, as competições estão acontecendo desde maio, mas por conta da pandemia, o Brasil não pôde participar de algumas. “As provas da Espanha e dos Estados Unidos são as últimas para garantir a vaga para Tóquio e será a minha primeira no circuito após ter feito a amputação do braço em setembro do ano passado”, conta.

Na prova de ciclismo, os atletas usam bicicletas contra relógio, que possuem uma aerodinâmica diferenciada. “Como os equipamentos evoluíram muito, é de grande importância estar com um equipamento como o que a Allog nos presenteou. Em competições internacionais, qualquer segundo define o campeonato”, completa. O incentivo ao uso de bicicletas para esporte ou lazer segue o propósito da Allog em motivar a prática de atividade física como parte de uma vida saudável.

atleta paralímpico

Mais artigos

Blog

Brunello tradicional X moderno

Um Brunello di Montalcino é obrigado a ser envelhecido por um período mínimo de 5 anos antes do lançamento (6 para Riserva). Na maioria dos vinhos Brunellos, você começará a notar duas escolas de pensamento usadas para a rotina de envelhecimento com os vinhos Brunello di Montalcino: Método Tradicional Alguns produtores preferem o método mais

Blog

Carolina Canfield: amor à primeira vista pelo Comércio Exterior

A vocação para atuar no Comércio Exterior parece ser algo nato para alguns profissionais. Sou coordenadora de exportação da Ipumirim Mouldings e a aproximação com o setor foi amor à primeira vista. Sou Formada em Engenharia Química, com pós-graduação em Administração e Marketing. Comecei minha carreira no Comex em uma empresa alemã situada em Pomerode,

Rolar para cima
Previous slide
Next slide