Atleta paralímpico de Triathlon ganha bicicleta adaptada da Allog

Compartilhe esse artigo

Um dos melhores atletas de paratriathlon brasileiro agora conta com um impulso extra da Allog. A empresa presenteou o atleta paralímpico catarinense Jorge Fonseca com uma bicicleta do tipo contra relógio. No dia 20 de junho, ele garantiu a terceira colocação na classe PTS4 da World Cup Paratriatlhon na cidade de A Coruña, na Espanha. No dia 27, o atleta paralímpico estará nos Estados Unidos para disputar o Pan American Championships, em Pleasent Prairie. As competições são classificatórias para as Paraolimpíadas 2021 do Japão.

atleta paralímpico

Considerado um dos melhores atletas do paratriathlon brasileiro, Jorge Fonseca perdeu o braço direito em um acidente de motocicleta, em 2006. No acidente, ainda perfurou o fígado, deslocou o rim e teve um derrame pleural, o que o fez ficar quatro meses na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). “Quando saí da UTI, naquela altura, o braço era o de menos”, conta.

Em 2010, Jorge conheceu uma equipe de ciclismo em Rio Negrinho, onde morava, com quem começou fazer atividade física. Dois anos mais tarde, morando em Joinville, conheceu o treinador Ivan Razeira, que o colocou no paratriathlon.

Título mundo afora

Atleta paralímpico da seleção brasileira há nove anos, Jorge conquistou títulos como o de campeão Pan-americano e campeão mundial na África do Sul, campeão da World Cup Banyles (Espanha), Word Cup Funchal (PT), Grand Final Suiça e Melhor Atleta Paralímpico de 2014.

Acostumado a vencer desafios, Jorge Fonseca treina de 20 a 25 horas por semana. “Como são três modalidades diferentes, procuramos uma igualdade ou damos mais volume na modalidade que está mais fraca em determinado momento”, destaca.

Rumo a Tóquio

Em 2021, as competições estão acontecendo desde maio, mas por conta da pandemia, o Brasil não pôde participar de algumas. “As provas da Espanha e dos Estados Unidos são as últimas para garantir a vaga para Tóquio e será a minha primeira no circuito após ter feito a amputação do braço em setembro do ano passado”, conta.

Na prova de ciclismo, os atletas usam bicicletas contra relógio, que possuem uma aerodinâmica diferenciada. “Como os equipamentos evoluíram muito, é de grande importância estar com um equipamento como o que a Allog nos presenteou. Em competições internacionais, qualquer segundo define o campeonato”, completa. O incentivo ao uso de bicicletas para esporte ou lazer segue o propósito da Allog em motivar a prática de atividade física como parte de uma vida saudável.

atleta paralímpico

Mais artigos

Operação de carga projeto movimenta peças para fábrica do México

Uma operação de carga projeto realizada pela Allog movimentou cerca de 250 toneladas de peças e maquinários no Porto de Rio Grande (RS) em um único navio. A carga será utilizada para a montagem de uma fábrica de bebidas e tem como destino o México, na América do Norte. A operação de carga projeto, que

Movimentação de carga no setor portuário cresce 8,3%

O setor portuário brasileiro (portos públicos + terminais de uso privado) movimentou 1,086 bilhão de toneladas no ano passado. Esse valor corresponde a um crescimento de 8,3% em relação a 2016, quando foram movimentadas 1,002 bilhão de toneladas. Os dados são da Gerência de Estatística e Avaliação de Desempenho da Antaq. Em relação ao tipo

Rolar para cima
Previous
Next