Carolina Canfield: amor à primeira vista pelo Comércio Exterior

Compartilhe esse artigo

A vocação para atuar no Comércio Exterior parece ser algo nato para alguns profissionais. Sou coordenadora de exportação da Ipumirim Mouldings e a aproximação com o setor foi amor à primeira vista.

Sou Formada em Engenharia Química, com pós-graduação em Administração e Marketing. Comecei minha carreira no Comex em uma empresa alemã situada em Pomerode, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, com venda de equipamentos para os Estados Unidos. Cheguei a atuar na área de Engenharia Química, mas a logística internacional sempre foi minha paixão.

Carolina Canfield

Meu principal desafio na atualidade é desenvolver novos mercados para o setor madeireiro. O Comex te traz uma infinidade de oportunidades e te permite contato diário com o mundo. A gente toma consciência que não existem fronteiras, os países estão todos conectados.

Na Ipumirim, realizamos a contratação e negociação de fretes terrestres nacionais e internacionais, a contratação e negociações de fretes marítimos e o acompanhamento, e a coordenação de toda cadeia logística, até a entrega final para o cliente. Embora o Comex ainda seja um universo bem masculino, não sinto dificuldades em atuar na área. Acredito que uma postura profissional não abre espaços para barreiras ou preconceitos.

Quanto ao futuro da Logística Internacional? O Brasil tem um potencial gigantesco na exportação, é um país riquíssimo e com muitas oportunidades ainda a serem desbravadas. Certamente, cada vez mais oportunidades se abrirão para os profissionais da área.

* Carolina Canfield é uma das convidadas desta série especial do Blog da Allog, em parceria com o hub Mulheres no Comex, com o propósito de destacar líderes femininas da Logística Internacional.

>>> Conheça a história de Tatiane Andreola, da Allog

Carolina Canfield

Mais artigos

contêiner ou container
Blog

Contêiner ou container: você também fica com dúvida quanto a grafia?

Contêiner ou container? No início da navegação marítima as mercadorias eram transportadas por meio de tonéis. Como naquela época não havia eletricidade para os guindastes e muito menos empilhadeiras mecânicas, os tonéis eram as embalagens ideais por serem resistentes, fáceis de manusear no embarque e desembarque de produtos e práticos para rolarem na prancha de

Textos

Primeiros socorros: você sabe como ajudar quem precisa?

Se a ideia de socorrer outra pessoa lhe parece incômoda, fique atento. Ajudar alguém em situação de emergência não é somente um ato de solidariedade, como um dever previsto em lei. Por isso é muito importante que todos saibam prestar os primeiros socorros, pois nunca se sabe quando será necessário. Pensado nisso, a Allog promoveu

Rolar para cima
Previous slide
Next slide