Pessoas do Mundo Allog: o projeto de intercâmbio que virou realidade nos EUA

Compartilhe esse artigo

A partir de uma necessidade profissional, veio a oportunidade inusitada: o projeto de intercâmbio para os Estados Unidos. Silvia Larissa Cantelli era analista de marketing da Allog, em 2021, quando percebeu que precisava dar um passo extra nos estudos da língua inglesa. Era preciso imergir no idioma para ganhar a velocidade que desejava no aprendizado.

Após trocar ideias com um colega da empresa, a jovem de 31 anos decidiu apresentar um projeto de intercâmbio à diretoria. Para isso, fez um mapeamento completo de levantamento de custos, período de permanência e possíveis destinos onde estudaria inglês. “Quando o projeto estava redondo, com todas as informações e cenários, apresentei à empresa. E o melhor: foi super bem recebido. Depois de muita análise e ajustes, acabou virando um programa especial dentro da Allog para colaboradores”, conta a profissional de Marketing.

projeto de intercâmbio

A partir de então, Silvia começou a se preparar para sair pela primeira vez do Brasil – aliás, a primeira pessoa da sua família a ir para o exterior. O destino: Chicago, nos Estados Unidos. Até a data do embarque rumo à terra do Tio Sam foram 18 meses de organização para a viagem. Este período incluiu a compra das passagens aéreas, a inscrição na escola de inglês, o processo para obtenção do visto de estudante no país, conversas com quem já havia estudado nos Estados Unidos e pesquisas sobre como se virar sozinha em um lugar completamente novo.

Pronta para embarcar

Em maio de 2023, Silvia embarcava – já como coordenadora de Marketing da empresa – para uma experiência de 4 semanas que mudaria sua visão sobre os desafios da vida. Em Chicago, Silvia tinha aulas diárias com 4 horas de duração ao lado de estudantes do mundo inteiro, incluindo países como Turquia, Bielorússia, Tailândia, França e Bolívia. À tarde, em alguns dias, frequentava atividades extras sugeridas pela própria escola, como encontros de language coffee e jogos de baseball com os colegas de classe. “Com 33 anos, eu era uma das mais velhas da turma, que tinha uma idade média entre 20 e 23 anos. Formávamos uma turma multicultural e as pessoas eram super receptivas, vindas de diferentes regiões do mundo”, lembra a profissional da Allog.

projeto de intercâmbio

Choque cultural

Mesmo assim, o choque cultural foi inevitável. Especialmente associado à alimentação, com menos disponibilidade de frutas, verduras e outras categorias de alimentos saudáveis. Em contrapartida, se deparou com um país onde as pessoas parecem ter mais liberdade de ser e agir como desejarem, sem tantos rótulos e julgamentos externos. “Além disso, tudo funciona muito bem, incluindo transporte público e outros serviços essenciais”, completa.

>>> Pessoas do Mundo Allog: cidadã americana com muito orgulho

Terminadas as 4 semanas de estudo no projeto de intercâmbio, Silvia ainda viajou para os estados da Califórnia e Flórida. O objetivo: conhecer regiões famosas do país e fazer pesquisa de campo nos parques da Disneyworld. De volta ao Brasil, a profissional de Marketing trouxe muito mais do que um salto no nível do idioma (saiu do país com pré-intermediário e atualmente está no pré-avançado). De lá, trouxe a certeza de que tudo é possível na hora de tirar os sonhos do papel: basta ter planejamento e meta para realizá-los. “Agora não tenho mais barreiras”, finaliza.

Mais artigos

Incoterm DAP
Blog

Incoterm DAP – Entenda as responsabilidades

O Incoterm DAP (Delivered at Place), ou em português, “entregue no local”, ao ser usado, o vendedor deverá desembaraçar a mercadoria para exportação no seu país, bem como, fazer o transporte internacional e levar a mercadoria até o local combinado. O desembaraço de importação no local de destino, bem como a descarga da mercadoria, ficam

CIEAM
Geral

CIEAM: Allog é o primeiro agente de cargas a integrar entidade no Amazonas

O Grupo Allog, empresa especializada em logística internacional com unidades em diferentes regiões do Brasil – é o primeiro agente de cargas a associar-se ao Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM). A entidade é ligada ao setor industrial com o propósito de atuar de maneira técnica e política em defesa de seus associados.

Rolar para cima
Previous slide
Next slide