Dicionário do Comex: versão atualizada é relançada pela Allog

Compartilhe esse artigo

Você já conhece o Dicionário do Comex?

O conjunto de siglas, abreviações, e termos em inglês que permeiam o dia a dia de do Comex criaram uma espécie de dialeto do setor. Assim com a Língua Portuguesa, trata-se de um “idioma” vivo. Ele é construído dia após dia, com a criação de novas regras, incoterms e definições para demandas que passam a existir.

Para simplificar termos do comércio exterior e trazer praticidade ao dia a dia dos profissionais da área, o Grupo Allog acaba de lançar a versão atualizada do seu Dicionário do Comex. O ebook que pode ser baixado gratuitamente aqui.

Dicionário do Comex

A publicação segue formato parecido ao anterior, mas com novas palavras e expressões atualizadas. Um exemplo é o IMO 2023, programa que visa encorajar a melhoria da eficiência dos navios e a adoção de combustíveis de baixa emissão de carbono. Desde o dia 1º de janeiro deste ano, é obrigatório que todos os navios calculem seu Índice de Eficiência Energética de Navio Existente (EEXI). Ele é alcançado para medir sua eficiência energética e iniciar a coleta de dados para o relatório de seu indicador anual de intensidade de carbono operacional (CII).

Informações do setor

Com a versão atualizada do Dicionário do Comex, profissionais e estudantes podem arquivar e passar para os colegas informações do setor. Segundo a coordenadora de marketing do Grupo Allog, Silvia Cantelli, o objetivo do e-book é contribuir com o conhecimento de comércio exterior e logística de clientes. Além, é claro, com colaboradores e estudantes da área, além de oferecer um material prático e simples de consultar. “A primeira edição do Dicionário do Comex já foi um grande sucesso. E, por este motivo, decidimos relançá-lo atualizado em 2023. É uma ferramenta bastante útil para quem já atua ou está iniciando agora na área”. explica.

A versão atualizada do Dicionário do Comex pode ser baixada gratuitamente aqui.

Dicionário do Comex

Mais artigos

Blog

A taça roubada: uma lenda do futebol

Tricampeã do mundo em 1970, a Seleção Brasileira conquistou em definitivo, naquele ano, a Taça Jules Rimet, troféu levantado pelos campeões desde 1930. A cobiçada peça, no entanto, ficou em poder dos brasileiros por exatos 13 anos, pois foi roubado em 1983 no Rio de Janeiro. Seu nome era uma homenagem ao ex-presidente da FIFA,

Nova seca no Amazonas
Geral

Nova seca no Amazonas: risco é desafio para a indústria do Estado

A possibilidade de uma nova seca no Amazonas em 2024 representa um grande desafio para a indústria do Estado. O 9º Fórum de Logística em Manaus, realizado nos dias 2 e 4 de abril pelo Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM), evidenciou a necessidade de investimentos em infraestrutura, diversificação da matriz de transporte

Rolar para cima
Previous slide
Next slide