iPhone 15: nova versão gera impacto no mercado da tecnologia

Compartilhe esse artigo

São 16 anos com avanços impressionantes para o mercado de telefonia móvel, uso de processadores com desempenho de ponta e um ecossistema cada vez maior e integrado para se diferenciar entre os competidores. O lançamento do Iphone 15, que chega às lojas de todo o mundo neste mês de setembro, é o resultado de uma história de sucesso no universo da tecnologia. Na logística internacional, o lançamento da nova versão impacta diretamente na dinâmica do transporte aéreo.

Entre as principais alterações da nova versão está uma ferramenta expandida chamada de “Ilha Dinâmica”. Ela abriga alertas, notificações e outros controles, no lugar do entalhe, o notch, a parte frontal do aparelho. O recurso estava disponível anteriormente apenas no iPhone 14 Pro.

 iPhone 15

A principal mudança, no entanto, é que os modelos deixaram de usar a conexão Lightning, exclusiva da fabricante, e passaram a adotar a entrada USB-C, mais popular. Isso porque a União Europeia vai obrigar as empresas a padronizar os carregadores de celular.

A câmera traseira principal do iPhone 15 e do 15 Plus também ficou mais potente, passando de 12 megapixels para 48 megapixels. O visual praticamente não mudou no iPhone 15 Pro e 15 Pro Max. Agora eles têm bordas mais finas ao redor da tela e acabamento em titânio. Segundo a Apple, faz deles os mais leves já produzidos na categoria “Pro”.

Uma história para ser contada

A chegada do iPhone ao mercado, em 2007, foi considerada uma verdadeira revolução no mercado da telefonia móvel. Isso que o dispositivo estreou com apenas uma câmera de 2 MP, integração com o iPod e aplicativos exclusivos da Apple. Em 2009, a marca já lançava seu aparelho 3G e 3GS, que se destacou pelo suporte às redes 3G e uma câmera com 3MP capaz de gravar vídeos.

Dois anos depois, o aparelho veio na versão 4, com a primeira câmera frontal e tela de retina, além de câmera traseira de 5MP. Foi lançado apenas alguns meses após o falecimento do fundador da Apple, Steve Jobs. Em 2012, o Iphone 5 foi o primeiro com conectividade 4G e conector Lightning (que acaba de ser abandonado pela marca). Foram 5 milhões de unidades vendidas apenas na primeira semana.

Em 2014 e 2015, a tela cresceu no Iphone 6, chegando a 5,5 polegadas e câmera de 12MP. As versões 7, 8, XR e XS foram lançadas entre 2016 e 2018 com avanços surpreendentes de tecnologia. Em 2019, o iPhone 11 chegou ao mercado com uma tela de 6,7 polegadas e novo processador, o A13 Bionic. Também teve a chegada do Modo Noite para imagens mais nítidas em baixa luz. De 2020 a 2022, os lançamentos introduziram a tecnologia 5G, Sensor Shift de estabilização no sensor fotográfico e carregamento sem fio.

Frete aéreo “congestionado”

Conhecido como “efeito Iphone”, sempre que a versão mais recente do dispositivo é lançada pela Apple a demanda por frete aéreo se torna tão alta que o envio de milhões de aparelhos pelo planeta se transforma em um enorme desafio logístico e pode levar a um aumento de preços. “Importadores de diferentes produtos que dependem do modal aéreo se programam junto aos seus fornecedores e agentes de carga para remanejar suas cargas antes ou depois do lançamento do iPhone”, explica Maria Angélica Geib, profissional do setor de cargas aéreas do Grupo Allog.

Com empresas como a Apple comprando uma enorme quantidade de espaço para transportar seus lançamentos para diferentes países, outras empresas que utilizam o modal aéreo se veem obrigadas a pagar muito mais caro para colocar seus produtos no avião. As rotas aéreas mundiais mais afetadas por esta situação são as do eixo China-Estados Unidos. Isso impacta diretamente os voos para o Brasil, já que o país tem serviços via Estados Unidos. Algumas companhias aéreas que possuem serviço tanto para os EUA quanto para o Brasil também possuem os mesmos hubs.

Além do aumento do preço do frete aéreo e redução de espaço em algumas rotas, o setor enfrenta as restrições ligadas à Golden Week (feriado de 1 semana na China). Em 2023, ela inicia no final de setembro e muitos exportadores também antecipam seus embarques devido à data.

Para que as mercadorias importadas cheguem ao destino dentro do prazo previsto e que sejam pouco impactadas pelo lançamento do iPhone 15, o Grupo Allog conta com um time preparado e que trabalha próximo aos clientes. “Temos buscado rotas e períodos alternativos para que as diferentes empresas que atendemos não sofram tanto nesta época do ano”, explica.

 iPhone 15

Mais artigos

Dora Silva
Geral

Dora Silva: uma história de empreendedorismo no Comex

As oportunidades e surpresas que surgiram em meu caminho profissional acabaram me levando a um universo que, inicialmente, eu nunca tinha prestado atenção: o Comércio Exterior. Formada em Administração e pós-graduada em Gestão Empresarial, sou Dora Silva, sócia fundadora e diretora da Comex Service. Antes de fundar meu próprio negócio, no entanto, o caminho foi

importação
Blog

Importação passo a passo: como funciona a compra de outros países

Uma importação é um bem ou serviço trazido de um país para outro. A palavra importação é derivada da palavra porto, uma vez que as mercadorias são frequentemente enviadas via navios para países estrangeiros. Juntamente com as exportações, as importações formam a espinha dorsal do comércio internacional. Se o valor das importações de um país

Rolar para cima
Previous slide
Next slide