Mulheres no Comex: Tatiane Andreola e sua carreira múltipla no Comércio Exterior

Compartilhe esse artigo

A possibilidade de contato com diferentes culturas ao redor do mundo me levou para a Logística Internacional. Formada há 15 anos em Comércio Exterior pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali), venho trilhando, desde então, uma carreira múltipla quando o assunto são áreas de conhecimento no Comex. Atualmente, ocupo o cargo de gerente de operações de importação marítima e aérea da Allog – empresa especializada em transporte internacional de cargas que, em 2021, completa 20 anos de história – mas comecei na companhia como analista operacional de importação marítima e passei por diferentes outros setores. Sou mãe da Bianca, de 7 anos, e do Benício, de 2 anos. Fico feliz em participar da série Mulheres no Comex e fazer parte da representação do universo feminino no mercado de trabalho.

Na verdade, desde 2008, quando iniciei na empresa, não me acomodei. Fui também analista de operações de importação aérea, supervisora de importação marítima, gerente de operações de exportação marítima e gerente financeiro operacional. As duas últimas funções chegaram a ser desempenhadas em simultâneo, com as responsabilidades da gerência de operações de importação marítima e aérea por dois anos. Este foi, sem dúvida, o período mais intenso de todos, devido ao volume de demandas e número de colaboradores envolvidos nestas quatro áreas.

Mulheres no Comex

Entre os inúmeros desafios inerentes ao Comércio Exterior, foi necessário buscar também mais conhecimento sobre legislação aduaneira. Para gerenciar processos e documentos de forma correta, evitando problemas no embarque e na liberação de mercadorias movimentadas pelos clientes da Allog.

Isso me capacitou para, hoje, ser a responsável por garantir que os processos de importação marítima e de importação e exportação aérea saiam em conformidade com os procedimentos estabelecidos pela empresa em todas as suas etapas. Tudo organizado e monitorado por indicadores específicos. E ainda aliado à responsabilidade de manter a satisfação da equipe, que trabalha sob a pressão tão característica do setor operacional da Logística Internacional.

* Mulheres no Comex é uma série especial do Blog da Allog com o propósito de destacar mulheres líderes da Logística Internacional.

Mulheres no Comex

Mais artigos

Mulheres no mercado de trabalho: elas ainda estão em desvantagem

Mulheres são menos propensas a participar do mercado de trabalho do que os homens e têm mais chances de estarem desempregadas na maior parte dos países do mundo, afirma recente estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT), lançado no ano passado. No Brasil, as mulheres no mercado trabalho que trabalham com remuneração recebem 20% menos

É hora de conversar!

A reunião em formato de semicírculo pode lembrar, em um primeiro momento, dinâmicas lúdicas de estudantes em sala de aula. O encontro, aliás, tem um objetivo tão nobre e específico quanto aquele: compartilhar informações dos clientes e aprender com as experiências dos colegas. O momento é dedicado ao programa CASE (C=Conversar, A=Alinhar; S=Servir, E=Egrégora) desenvolvido

Rolar para cima
Previous
Next